Bem vindo ao Visão Notícias - 07 de Maio de 2021 - 05:53

VACINA

Primeiro lote de vacina da Pfizer contra a Covid-19 chega a MT hoje (03)

03 de Maio de 2021 ás 08h 06min, por G1 MT
Foto por Ascom Sesau/ Carla Cleto

Mato Grosso vai receber hoje (3) o primeiro lote de vacinas da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19 com 7.020 doses, de acordo com o governo do estado. Este vai ser o terceiro imunizante contra Covid-19 utilizado no estado, que já aplica CoronaVac e Oxford/Astrazeneca.

Além das doses da Pfeizer, o estado vai receber 97.500 doses da vacina AstraZeneca para a imunização dos grupos prioritários da Campanha Nacional de Vacinação contra o coronavírus.

As unidades poderão ser utilizadas em idosos entre 60 e 64 anos, em profissionais da segurança pública, em gestantes ou puérperas, em pessoas com comorbidades ou com deficiência permanente.

Para a vacina Pfizer, o prazo de aplicação da segunda dose é de até 21 dias; para o imunizante da AstraZeneca, o prazo é de até 90 dias.

Após a chegada do imunizante, prevista para a tarde de segunda-feira, em um voo da Latam, as equipes da Vigilância Estadual trabalharão no recebimento das doses, na conferência da quantidade, na catalogação dos imunizantes, no encaixotamento para distribuição e retirada dos municípios.

Até agora Mato Grosso já recebeu 836.260 doses de imunizantes contra a Covid-19.

Armazenamento das vacinas

O refrigerador que será usado para armazenar as doses do novo imunizante está disponível no Hospital Geral e Maternidade de Cuiabá, que dispõe de ultrafreezeres com a temperatura de pelo menos -75ºC, exigidos para o armazenamento correto das vacinas.

A unidade de saúde vai ceder à Secretaria Municipal de Saúde um ultrafreezer com temperatura até - 86ºC e capacidade de 486 litros, para armazenar as doses.

Na semana passada, a Anvisa autorizou o armazenamento entre -25°C e -15°C, mas por no máximo 14 dias, assim como já acontece nos Estados Unidos.

A vacina da Pfizer tem registro da Anvisa para uso definitivo no país. O acordo entre a farmacêutica e o Ministério da Saúde prevê cem milhões de doses entregues em 2021.

O Ministério da Saúde declarou que está no processo de compra de 183 ultracongeladores para garantir essas temperaturas baixíssimas. E que os primeiros 30 devem ser entregues aos estados em junho.