Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bem vindo ao Visão Notícias - 27 de Maio de 2022 - 11:38

DIA MUNDIAL DE CONSCIENTIZAÇÃO

Pacientes com fibromialgia podem solicitar carteirinha na Secretaria de Saúde

12 de Maio de 2022 ás 11h 23min, por Karoline Kuhn

O dia 12 de maio foi instituído como dia nacional de conscientização e enfrentamento da Fibromialgia, doença que se manifesta por dor no corpo todo, principalmente na musculatura. O que muitas pessoas não sabem é que em Sinop, há em vigor, uma lei municipal que determina prioridade de atendimento aos pacientes portadores da doença e, que para identificação, uma carteirinha é emitida gratuitamente pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde.

Para requerer o documento, o munícipe deve fazer a solicitação na sede da Secretaria de Saúde, apresentando cópias dos documentos pessoais, comprovante de endereço, bem como o laudo médico apontando a condição. Com as informações, o pedido é encaminhado para produção e, após alguns dias, uma equipe da secretaria faz o contato com o paciente para providenciar a entrega.

A servidora pública Juliana Tietz é portadora de fibromialgia e fez a solicitação do documento. Ela conta que descobriu a doença em 2019, depois de um período de bastante estresse e dores prolongadas pelo corpo. A partir de uma sequência de exames, diagnosticou-se como fibromialgia. “Tem dias que você não quer nem sair da sua cama. Às vezes só o toque na sua pele dói.  Dói a cabeça, os ombros, os braços, a coluna, as pernas. Tem dias que até o som ou a luz do dia te incomodam. A gente fica muito sensível alguns dias. Existem crises que duram semanas, às vezes menos, então a gente precisa se adaptar a tudo isso”, relatou.

Ela conta que o primeiro passo é aceitar o diagnóstico e iniciar o tratamento. O apoio dos familiares também é importante no processo contra a doença, que não tem cura, mas que tem tratamento. “Primeiro começa com a aceitação do paciente. A gente precisa aceitar para começar o tratamento certinho, com medicamento, terapia, exercício.  É difícil fazer, mas, a doença exige que você não fique parado, então você precisa se movimentar, fazer exercício por mais difícil que seja”, lembrou.

LEGISLAÇÃO

A Lei Ordinária n° 2878/2020 alterou a Lei Ordinária nº 2588/2018, incluindo prioridade de atendimento aos portadores de fibromialgia. Anteriormente, a lei previa prioridade de atendimento no município de Sinop apenas para pessoas que realizam tratamento de quimioterapia, radioterapia, hemodiálise e utilizem bolsa de colostomia. Todos os pacientes que se encaixam na referida lei têm direito a carteirinha de prioridade. O processo para solicitação é o mesmo.