Bem vindo ao Visão Notícias - 07 de Maio de 2021 - 05:17

FALTA DE ESTRUTURA

MPE pede o fechamento de 10 UTIs covid no Hospital Regional de Peixoto

22 de Abril de 2021 ás 09h 05min, por GD
Foto por DIVULGAÇÃO

O Ministério Público do Estado (MPE) solicitou o fechamento de 10 Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) no Hospital Regional de Peixoto de Azevedo (691 km ao norte de Cuiabá). O motivo: falta de estrutura para atender os pacientes com covid-19.

Entre os problemas encontrados nos leitos de UTI abertos em 2020 estão a falta de medicamentos para intubação, poucos equipamentos hospitalares e estrutura imprópria para atender os pacientes de covid-19.

Leia também - Em 24h, mulher de 35 anos e mais 62 pessoas morrem de covid em MT

O hospital é administrado em parceria entre a Secretaria de Estado de Saúde (SES) e o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Peixoto, que é liderado pela Prefeitura de Peixoto de Azevedo.

Em nota, a prefeitura se defendeu das acusações feitas pelo MPE, alegando que desde que uma empresa foi contratada para gerir esses leitos, "jamais foram constatadas as gravíssimas irregularidades".

Apesar de negar os problemas, a nota ainda afirma que "está claro e evidente conforme constatado através de fiscalização e diligências feitas pelo Promotor de Justiça, Marcelo Mantovanni Beato, que a total responsabilidade recai principalmente sobre a Empresa CURE Tratamento de Saúde Ltda de Goiânia pela falta de gestão e planejamento ".

Reafirma ainda que apoia o MPE e requer que a empresa reestabeleça "imediatamente os estoques de medicamentos e insumos sob pena de rescisão contratual e a instauração de processo criminal pela morte de pacientes por falta de remédios".