Bem vindo ao Visão Notícias - 07 de Maio de 2021 - 06:49

COVID 19

Com adesão de Sinop, consórcios de saúde cobram abertura de mais leitos para região

05 de Abril de 2021 ás 11h 25min, por Karoline Kuhn
Foto por Assessoria

O consórcio público de Saúde Vale do Teles Pires, do qual o prefeito Roberto Dorner é vice-presidente, e o consórcio Região Norte Matogrossense, enviaram ao governador Mauro Mendes e ao presidente da Assembleia Legislativa Max Russi, ofício conjunto solicitando medidas urgentes para ampliação de mais leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), bem como a abertura de no mínimo mais 100 novos leitos clínicos de enfermaria para atendimento a Covid-19 nas regiões de atuação dos dois consórcios, abrangendo 21 municípios e uma população aproximada de 600 mil habitantes.

Datado em 01 de abril, o documento destaca que com “o agravamento da situação, os leitos disponibilizados ainda não são suficientes para atender a demanda crescente de pessoas infectadas pelo Coronavírus e que necessitam de assistência médico-hospitalar urgente. Cabe ressaltar também que a nossa região não atende somente os municípios que integram estes Consórcios, mas sim uma macro região com mais de 30 municípios”, aponta o documento.

No ofício, assinado por Dorner e demais prefeitos dos municípios que compõem os consórcios, os gestores reforçam que estão atendendo as medidas emitidas no Decreto Estadual nº 874/2021, visando combater a disseminação do vírus com políticas de distanciamento social e conscientização. Além disso, destacam que adotaram medidas para a ampliação de leitos de enfermaria em unidades referência nos municípios, “porém na maioria dos casos faz-se necessário a remoção dos pacientes para leitos com maior gabarito e equipamentos adequados de alta complexidade, necessários para auxiliar no tratamento do paciente”, destaca outro trecho da nota.

Em Sinop, o hospital de campanha (Ala Covid) foi reaberto no início de março, anexo a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) localizada na avenida André Maggi, com 20 leitos. De lá para cá, essa quantidade já foi ampliada algumas vezes e agora o hospital conta com 40 leitos, sendo que 10 são para estabilização de pacientes, 4 para enfermaria pediátrica e 26 leitos de enfermaria adulto. 

Já no hospital regional de Sinop, que atende também pacientes de outros municípios, são 29 leitos de UTI e 26 leitos de enfermaria. Nos dois casos, os leitos estão sendo utilizados em sua totalidade há alguns dias. 
Conforme a última atualização do Painel Interativo Covid-19 da Secretaria de Estado de Saúde, também ocorrida domingo à tarde, no momento não há vagas disponíveis em todo o Estado e a fila de espera por um leito de UTI é composta por 122 pessoas.