Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bem vindo ao Visão Notícias - 27 de Maio de 2022 - 12:24

Eleições

Vinda de Bolsonaro para o PL pode criar dobradinha entre Rosana Martinelli e vereador Paulinho Abreu

17 de Janeiro de 2022 ás 16h 27min, por ASSESSORIA
Foto por Assessoria

O cenário político tem mudado com grande velocidade, nos últimos anos. Prova disso é a recente mudança de partido de do presidente Jair Bolsonaro. Eleito em 2018 pelo PSL, ele deixou o partido em novembro de 2019 e, desde então, não estava filiado a nenhum outro. Porém, no dia 30 de novembro, o Bolsonaro se filiou ao Partido Liberal (PL), depois de meses de articulações políticas.

A notícia foi muito bem recebida em Mato Grosso, onde o partido tem atuação forte. E esta atuação deve se fortalecer ainda mais, com novas filiações. Algumas delas já foram anunciadas, como o deputado federal Nelson Barbudo, que já confirmou sua filiação. A coronel Fernanda, que disputou a eleição passada, também declarou seu interesse em integrar o PL.

Ao mesmo tempo, a vinda de Bolsonaro também fortalece os nomes que já são conhecidos do PL. Um deles é senador Wellington Fagundes, cuja permanência no senado ou até mesmo um possível candidatura para governo do estado deve se fortalecer. Pensando em Sinop, temos a ex-prefeita Rosana Martinelli, um dos nomes mais fortes do partido para uma possível candidatura a deputada federal na região. Durante uma entrevista para o podcast Apagando do Fogo, da rádio Meridional FM, Rosana Martinelli falou sobre a vinda do presindente Bolsonaro para o partido e sobre como pretende agir neste momento: “Isso fortalece o nosso partido e nós acreditamos que muitas lideranças também integrarão o PL, daqui para frente. Nós estamos aguardando essas lideranças, para que se tome uma decisão. Eu sou uma soldada do Partido Liberal e estou pronta para o que o partido precisar”, enfatizou.

E com o fortalecimento do partido nessas áreas, também surge a necessidade de lançar um candidato de Sinop, que é o polo da região norte, para o cargo de deputado estadual. E a tendência natural é que o nome indicado seja o do vereador Paulinho Abreu. Membro dos novos nomes da política, Paulinho tem se destacado por sua atuação efetiva na câmara.

Ainda que o partido possua outros nomes, como o Toninho Bernardes, Moisés do Jardim do Ouro e a ex-vereadora professora Branca, Paulinho Abreu ainda se destaca por outros itens. Além de ter sido o candidato mais votado do partido nas eleições de 2020, também possuiu uma boa experiência no serviço público, tendo sido diretor do PRODEURBS por quatro anos. Paulinho também vem de uma família com uma importante história política.

Seu pai, Jorge Abreu, foi deputado estadual e uma grande liderança na região norte. Já a sua mãe, Sineia Abreu, foi vereadora e vice-prefeita de Sinop Segundo Paulinho Abreu, a decisão ainda precisa ser tomada pelo partido, mas a tendência é a de que ele realmente seja candidato: “Se isso acontecer, estou disposto a trabalhar muito para construir uma base sólida para disputar esta eleição. Temos outros colegas que podem assumir o posto, mas essa é uma decisão exclusiva do partido. Vou trabalhar como pré-candidato, dando o meu melhor para o povo de Sinop e para a população de Mato Grosso”.