Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bem vindo ao Visão Notícias - 27 de Maio de 2022 - 10:30

ATRIZ PORNÔ NA POLÍTICA; VEJA

"Tigresa" acusa Rosa Neide de barrar filiação e pede ajuda a Lula

04 de Maio de 2022 ás 08h 09min, por MIDIA NEWS
Foto por DIVULGAÇÃO

A atriz pornô Ester Caroline Perralto, conhecida como “Tigresa Vip”, divulgou um vídeo nas redes sociais em que acusou a deputada federal Rosa Neide (PT) de ser a responsável por barrar a sua filiação no PT de Mato Grosso.

Ela pediu a interferência do ex-presidente Lula para reverter a situação

“Sempre defendi o senhor e venho defendendo, com muita garra, amor e carinho. Amo o senhor de paixão e quero que o senhor interfira nessa decisão. Não vamos deixar que o Partido dos Trabalhadores aqui em Mato Grosso seja uma ditadura”, disse ela se dirigindo ao ex-presidente.

Tigresa chegou a ser lançada por uma ala do PT como pré-candidata a deputada estadual, no início deste mês, mas após uma semana de polêmicas, viu sua filiação ser suspensa por supostas falhas na tramitação.

Um áudio vazado da deputada Rosa Neide, porém, mostra uma articulação para excluir a atriz dos quadros do partido. Na mídia, a parlamentar afirma que “não está disposta” a fazer campanha eleitoral “sendo chacota para o País”.

Tigresa ingressou com recurso junto à Executiva Nacional e não descarta buscar as vias judiciais para permanecer no partido.

No vídeo, gravado nas margens de um rio, a pré-candidata rejeitada diz que irá “lutar” para ter a sua filiação regularizada no PT e que não abandonou o projeto de sair candidata.

Ela ainda fez referência direta à Rosa Neide, dizendo que “não tem medo de ninguém” e acusando-a de ser a responsável pela situação atual.

“Nesse áudio que foi divulgado, está bem claro que foi ela que interferiu para excluir a minha filiação. E eu não vou aceitar que um ou outro, que uma meia dúzia, vá mandar no partido”, disse.

“Espero que esse vídeo chegue ao presidente Lula e ele resolva essa situação”, acrescentou.

Segundo Tigresa, a reversão da situação da sua filiação mostrará que o PT em Mato Grosso “não tem discriminação, não tem racismo, não tem preconceito”.

“Vamos mostrar que o PT acolhe todos e todas”, afirmou.

Áudio vazado

O áudio de Rosa Neide foi encaminhado a um grupo dos dirigentes regionais do PT dias antes da atriz pornô ser “rifada” da sigla.

No dia 18 de abril, a Comissão da Executiva do PT decidiu, por maioria, anular o processo de filiação da Tigresa VIP, que tinha a pretensão de disputar uma cadeira à Assembleia pelo partido.

Segundo a parlamentar, ela recebeu e posteriormente encaminhou um vídeo da atriz pornô à presidente nacional Gleisi Hoffmann para que o diretório tomasse conhecimento do perfil de Ester.

A reportagem apurou que foi a partir deste áudio que a filiação da Ester começou a ser discutida pelo diretório, e “rifada” posteriormente.