Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bem vindo ao Visão Notícias - 12 de Abril de 2024 - 17:36

ELEIÇÕES 2024

Sigla de Mendes sai na frente com Botelho candidato para prefeitura de Cuiabá

21 de Fevereiro de 2024 ás 08h 17min, por MIDIA NEWS
Foto por JL Siqueira/ALMT

O deputado estadual Paulo Araújo (PP) afirmou que o União Brasil se fortaleceu na disputa pela Prefeitura de Cuiabá ao oficializar o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, como pré-candidato.

Além disso, disse que a permanência do deputado no partido colabora para mantê-lo unido. Isso porque muitos filiados pretendiam mudar de agremiação, caso Botelho não fosse escolhido para disputar.

“A permanência de Botelho pacifica e faz com que o União Brasil se torne um candidato fortíssimo. Ele carrega um amplo apoio de deputados, partidos e grupos aliados ao Governo do Estado. O trâmite com vereadores, deputados e dentro do partido é uma vantagem”, analisou.

Paulo destacou que o apoio do governador Mauro Mendes, que preside o União Brasil, aumentou significativamente a chance de Botelho ganhar a eleição.

Ele também observou que Botelho surge como um meio-termo entre grupos de esquerda e direita, reunindo votos de ambos os posicionamentos políticos.

“O apoio do governador Mauro Mendes coloca o Botelho em condições reais de ganhar a eleição em Cuiabá. Será duríssima, temos candidatos fortes, mas o desenho na capital é pela eleição dele”, disse.

“Acredito no poder de articulação de Botelho, que carrega votos da esquerda, da direita e do centro. Hoje ele tem um discurso que agrada todas as correntes”, completou. 

Pressão interna

Botelho disputava internamente no União Brasil contra o chefe da Casa Civil, Fábio Garcia, que também queria ser prefeito de Cuiabá e tinha o apoio de Mendes.

Por não ter o apoio do governador, Botelho articulou com outros partidos a fim de viabilizar a candidatura. Deputados próximos a ele cogitaram sair do União para o apoiarem.

Contudo, na quinta-feira (15), Mendes abriu mão de Garcia e anunciou Botelho como o pré-candidato oficial. Os apoiadores do presidente da Assembleia Legislativa, então, concluíram que a escolha foi a melhor para manter o partido unido.