Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bem vindo ao Visão Notícias - 12 de Abril de 2024 - 16:47

DEFINIDO

Botelho será o candidato a prefeito de Cuiabá pelo União Brasil

15 de Fevereiro de 2024 ás 11h 45min, por MIDIA NEWS
Foto por Mayke Toscano/Secom-MT

Presidente da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Eduardo Botelho será o candidato a prefeito de Cuiabá pelo União Brasil nas eleições de outubro. 

O anúncio foi feito no perfil do partido no Instagram, nesta quinta-feira (15), por meio de nota assinada pelo presidente do União em Mato Grosso, o governador Mauro Mendes.

Internamente, Botelho disputava com o chefe da Casa Civil Fábio Garcia a condição de candidato pelo partido.

Conforme a nota, o deputado assumiu um compromisso com o partido para que faça uma gestão mais "técnica" e menos "política", mesmo perfil adotado por Mendes no Executivo do Estado.

"Botelho assumiu o compromisso de fazer uma gestão com perfil técnico, semelhante a que fazemos no Governo de Mato Grosso, por reconhecer ser este o único caminho para resgatar a nossa Capital do caos que se encontra: atolada em dívidas, escândalos de corrupção com 19 operações policiais, ruas cheias de buracos e com péssimos serviços à população", diz a nota.

"Com a unidade de um grupo que consertou Mato Grosso a partir de 2019, buscaremos, com trabalho, seriedade e fé em Deus, vencer as eleições e juntos consertar Cuiabá", emendou. 

Com a definição por Botelho, o governador afirmou que convidou Garcia para ficar por período indeterminado como seu braço-direito no Executivo. 

"O deputado federal Fábio Garcia é jovem, talentoso e representa uma das mais expressivas lideranças do nosso Estado. E foi convidado por mim a continuar, em definitivo, no comando da Casa Civil do Governo, onde poderá seguir contribuindo com Mato Grosso e Cuiabá”, disse.

Fim da novela

A definição de Mendes por Botelho põe fim a uma novela que se arrasta há cerca de um ano. É que no início de 2023, Botelho anunciou o desejo de concorrer ao pleito, período em que Fábio Garcia também comunicou sua pretensão.

Em entrevistas, o governador falou por diversas vezes sobre sua preferência por Garcia, com quem assumiu o compromisso de apoiar em uma eventual candidatura a prefeito. 

Aliados de Mendes, no entanto, apontaram que o escanteamento de Botelho poderia rachar o grupo político e prejudicá-lo tanto nas eleições desse ano, quanto nas de 2026, quando o governador deve se candidatar ao Senado.

Por conta disso, o governador realizou diversas conversas com aliados políticos durante o carnaval. Na quarta-feira (14), ele se encontrou em separado com os dois pré-candidatos em seu gabinete no Paiaguás.