Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bem vindo ao Visão Notícias - 03 de Dezembro de 2021 - 22:11

PRIMAVERINHA

Ação integrada apreende grande quantidade de defensivos agrícolas na zona rural de Sorriso

22 de Novembro de 2021 ás 10h 58min, por VISÃO NOTÍCIAS COM PORTAL SORRISO
Foto por ASSESSORIA

Uma grande carga de diferentes tipos de defensivos agrícolas foi apreendida pela Polícia Civil em conjunto com a Polícia Militar na zona rural de Sorriso durante averiguação de denúncia anônima.

A ação realizada pela Delegacia de Polícia de Lucas do Rio Verde e Polícia Militar, resultou na prisão de um homem de 23 anos e apreensão de um menor de 15 anos, detidos por contrabando ou descaminho e crime contra o meio ambiente. O adulto também responderá por corrupção de menores.

As diligências iniciaram após denúncia sobre uma residência no distrito de Primaverinha, pertencente ao município de Sorriso e cerca de 30 quilômetros de Lucas do Rio Verde, onde estavam utilizando o local para armazenar e manusear defensivos agrícolas de forma clandestina.

Ainda segundo o relato, só de passar em frente a casa era possível notar que área externa havia diversos galões, além de forte odor expelido por tais substâncias ali presentes.

Diante das informações as equipes foram até o endereço, e logo que chegaram visualizaram dois suspeitos no imóvel manuseando uma grande quantidade de produtos agrícolas.

Ato contínuo foi feita abordagem, e já no portão de acesso foram encontradas diversas embalagens dos produtos jogados ao solo, além de outras embalagens fechadas. Também foi constatado que o local era utilizado para reembalar tais insumos em novas embalagens, com o uso de uma máquina elétrica seladora de plásticos, com o intuito de despistar as fiscalizações.

Os defensivos agrícolas não possuíam nota fiscal, bem como boa parte possuíam embalagens com rotulagem estrangeira. No solo da residência estavam esparramados vários defensivos agrícolas causando prejuízo ao meio ambiente e à saúde humana.

Na ocasião, os dois envolvidos,  sendo um deles menor de 15 anos, foram entrevistados. O adolescente contou que residia na casa e ajudava o seu pai a embalar tais defensivos agrícolas. Já o rapaz de 23 anos informou que havia sido contratado para trabalhar com o dono da residência.

Foram apreendidos: 14 sacos contendo envelopes de benzoato, 5 sacos grandes de diversos agrotóxicos, 2 caixas  contendo diversos fungicidas, 1 saco de estopa contendo grânulos fechados sem identificação, 11 sacos abertos com diversos grânulos sem identificação, 26 galões brancos de vinte litros cada de glifosato, 24 galões de cinquenta litros escritos "bio nutre foliar", entre outros materiais

Diante do flagrante, o jovem e o adolescente foram detidos com todos os produtos apreendidos, e conduzidos até a Delegacia da Polícia Federal de Sinop (500 km ao norte da Capital), para serem ouvidos e autuados.