Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bem vindo ao Visão Notícias - 04 de Março de 2024 - 07:57

SOLUÇÃO

Situação do Residencial Nico Baracat é discutido em Cuiabá com a Caixa Economica e construtora

09 de Fevereiro de 2024 ás 10h 48min, por Mylene Dias
Foto por ASSESSORIA

A secretária de Assistência Social, Trabalho e Habitação de Sinop, Scheila Pedroso, está em Cuiabá, se reunindo com os representantes da Caixa Econômica Federal, gestora do Residencial Nico Baracat e também da Construtora responsável, com o objetivo cobrar providências e agilidade na solução de todas as situações identificadas pelas famílias do empreendimento. Nesta semana, antes da visita, a Prefeitura de Sinop também notificou formalmente a Caixa Econômica Federal, solicitando um posicionamento e cobrando o devido suporte da construtora responsável pela obra, além de montar um ponto de atendimento da pasta dentro do empreendimento para auxiliar as famílias. 

“Essa agenda na Caixa Econômica foi com a equipe técnica responsável pela aprovação dos projetos. Me reuni com o engenheiro que esteve presente na obra na terça-feira, para verificar as condições dos apartamentos, porque depois de termos notificado a Caixa, eles mandaram o engenheiro no local para verificar como que estava a real situação e também para orientar a construtora nesse processo”, destacou a secretária.

Durante a reunião em Cuiabá, a secretária recebeu a garantia da Caixa Econômica, de que as providências serão tomadas e que os problemas identificados não representam risco às famílias. “A Caixa se comprometeu que tem total responsabilidade sobre o empreendimento juntamente com a construtora. Informaram também que existe um canal de acompanhamento de qualidade de obra, um programa de qualidade, e eles estão monitorando isso dentro do padrão do empreendimento, que é o da faixa 1. Eles esclareceram que os imprevistos encontrados não prejudicam a parte estrutural dos imóveis e que irão conduzir junto com a construtora os reparos”, continuou. 

Além da reunião com a Caixa Econômica Federal, a secretária também esteve com representantes da Construtora responsável pelo empreendimento, na manhã desta sexta-feira (9). “Entendemos o transtorno que ocorre no pós obra, que afeta as famílias, mas pedimos um pouco de paciência, pois estamos presentes no canteiro de obra solucionando os problemas e vamos solucionar 100% dos problemas. É uma obra que tem garantia de 5 anos e vamos estar presentes por um bom tempo, cinco a seis meses no canteiro de obra dando apoio. Depois as famílias terão nosso contato e qualquer problema voltaremos lá”, relatou o diretor da Construtora, Derli Rosa. 

Para auxiliar no processo de mudança dos moradores, os atendimentos às famílias foram intensificados com o Plantão Social montado no residencial no começo desta semana. “Nós estamos buscando a ajuda necessária para atender as famílias. Em momento algum o município vai deixar as famílias desamparadas. Nosso objetivo é resolver qualquer situação que venha a acontecer dentro do Nico Baracat”, concluiu a secretária. 

A Prefeitura, por meio da secretaria de Assistência Social, Trabalho e Habitação, tem o papel de realizar o cadastramento das famílias beneficiadas com o Residencial Nico Baracat e contribuir com na seleção, conforme critérios estabelecidos pelo Programa Habitacional Minha Casa Minha Vida. Outro trabalho desempenhado pelo município é o acompanhamento às famílias antes e depois da mudança com o Projeto de Trabalho Social (PTS).