Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bem vindo ao Visão Notícias - 27 de Maio de 2022 - 12:17

RECICLAGEM

Segunda coleta: projeto Sinopóleo recolhe 76 litros de óleo usado em escola

13 de Maio de 2022 ás 08h 27min, por Roneir Corrêa
Foto por ASSESSORIA

A segunda coleta do projeto Sinopóleo, desenvolvido pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável em parceria com a empresa de reciclagem Nutrihorto, aconteceu ontem (12), na Escola Tiradentes. Na unidade foram recolhidos 76 litros de óleo de cozinha usado.

O material que seria despejado no meio ambiente e causaria contaminação do solo e lençol freático, agora se tornará biocombustível, explica o proprietário da empresa responsável pela execução do projeto, Igor Arantes. “Firmamos uma parceria com a Inpaza que receberá todo o material recolhido pelo projeto e o transformará em biocombustível. O óleo passa pela decantação e posteriormente é transformado em combustível ecologicamente correto, que é 65% menos CO2 em nosso ar e isento de enxofre”, disse.

A primeira coleta ocorreu na Escola Municipal de Educação Básica (Emeb) Vereador Rodolfo Valter Kunze. Na oportunidade, 41 litros de óleo foram doados ao projeto. A aderência da comunidade escolar e população ao projeto, mostra que a ação está sendo um sucesso, avalia a secretária da pasta, Ivete Mallmann.

“Esse projeto tem uma importância enorme para o meio ambiente. Iniciamos o projeto há aproximadamente um mês e já temos a segunda coleta. Com as duas coletas são 117 litros a menos na natureza. Agradeço a todos os profissionais da educação por ter abraçado essa causa e às empresas parceiras por ter aceitado o desenvolvimento do projeto. O meio ambiente agradece”, disse.

As escolas do município onde são pontos de coleta do óleo de cozinha usado, estão identificadas com um cartaz com a explicação do projeto. Toda a população, tendo ou não o filho matriculado na unidade, poderá destinar o óleo usado para a reciclagem. Todo recurso conquistado com a venda do material, será usado pela comunidade escolar para aplicação em benefício da própria unidade e em especial, aos alunos, com a aquisição de materiais pedagógicos e pequenas manutenções.