Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bem vindo ao Visão Notícias - 05 de Julho de 2022 - 17:19

ÓLEO DE COZINHA

Projeto Sinopólio registra maior coleta da campanha em uma única escola

26 de Maio de 2022 ás 12h 10min, por Roneir Corrêa
Foto por ASSESSORIA

A cada dia o projeto de reciclagem do óleo de cozinha usado, o Sinopóleo, tem se tornado um sucesso. O evento é realizado pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Sinop. Ontem (25), foi registrada a maior coleta da campanha até o momento, 110 litros de óleo em uma única escola, em menos de uma semana. O material foi arrecadado na Escola Tiradentes.

Atualmente, o projeto já está presente em 12 escolas da rede municipal de ensino, mais a Escola Tiradentes, em uma escola estadual (Jorge Amado), uma particular e na Escola Técnica Estadual (Secitec). Todas elas integram o projeto do município que visa alcançar todas as camadas da sociedade, a fim de reduzir o impacto ao meio ambiente com o despejo irregular do óleo de cozinha usado.

“Por não haver uma coleta desse material, os moradores despejavam na pia e fazia com que esse material chegasse ao solo contaminando, não somente o solo, mas o lençol freático, a nossa água. Essa quantia de óleo já coletada nos anima a continuar incentivando a mudança de hábito. É uma reeducação diária”, disse a coordenadora do Departamento de Educação Ambiental, Rúbia Naves.

A secretária da pasta, Ivete Mallmann, aconselha a população “que guarde a garrafa pet de refrigerante para armazenar o óleo que usa em casa para fritura. Assim que a garrafa tiver cheia, que levem em uma unidade escolar mais próxima, que esteja inclusa no projeto. É necessário preservar o nosso meio ambiente”.

As escolas que são pontos de coleta do óleo de cozinha usado, estão identificadas com um cartaz com a explicação do projeto. Toda a população, tendo ou não o filho matriculado na unidade, poderá destinar o óleo usado para a reciclagem. Todo recurso conquistado com a venda do material, será usado pela comunidade escolar para aplicação em benefício da própria unidade e em especial, aos alunos, com a aquisição de materiais pedagógicos e pequenas manutenções.

O material recolhido pelo projeto é adquirido pela empresa de reciclagem Sinopóleo, que pertence ao grupo Nutrihorto, e destinado à fabricação de biocombustível. A transformação do material será realizado pela indústria Inpaza. “O óleo passa pela decantação e posteriormente é transformado em combustível ecologicamente correto, que é 65% menos CO2 em nosso ar e isento de enxofre”, explicou o proprietário da Sinopóleo, Igor Arantes.

Sinopóleo já realizou quatro coletas. Com essa já somam 317 litros recolhidos.