Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bem vindo ao Visão Notícias - 14 de Agosto de 2022 - 02:24

LIMITE DO CORPO

Participante desiste de desafio. Agora resta 3

06 de Agosto de 2022 ás 09h 33min, por Visão Notícias

 

 

Hraiany Soria acabou não conseguindo em chegar ao seu objetivo que seria conseguir o prêmio máximo que seria a premiação de R$ 5mil.

A competidora conseguiu ficar 19horas e 10 minutos em cima da cama dividindo o espaço com nove participantes iniciais. Hraiany saiu logo após a desistência de Rayane que ficou mais que 17horas.

O desafio maior e objetivo da prova é testar a resistência do corpo sem comer, ir ao banheiro.

Agora restam três competidores e o prêmio foi melhorado para o primeiro lugar e o Veio do Colchão irá premiar o segundo lugar, que anteriormente não havia destinado a colocação. “O prêmio é mantido em sigilo, mas é muito bom”, disse o organizador Daniel Trindade.

Como já anunciado.O desgaste físico e emocional, além da pressão, também tirou Rayane Fenner . Ela ficou sobe a cama sem dormir, sem ir ao banheiro ou comer, por 17horas e cinco minutos.

Rayane foi a quinta participante a deixar o desafio.

Durante a madrugada deste sábado (06) dois participantes desceram da cama. A auxiliar de cozinha Joyce Rodrigues, a exemplo de Emanuel, não conteve o cansaço e dormiu. Ela também foi desclassificada com 11horas e 30 minutos de prova.

Já o nadador paralímpico de Sinop, Adriano Luiz dos Santos, desistiu do desafio quando completou 12horas e 20 minutos sob a cama.

Agora restam apenas quatro participantes do desafio Bom de Cama organizado pela Casa Conforto Nipo Brasil Flex.

A prova pode ser acompanhada pelo Facebook 

https://www.facebook.com/DanielTrindadedefensoranimal/videos/461022152323610

Como já informado, o construtor civil, Emanuel Santos, foi desclassificado por dormir. Esse foi um dos critérios da competição. 

Emanuel conseguiu resistir por 9horas e 05 minutos.

A primeira participante a deixar a competição com 4horas e dois minutos foi a  aposentada Janete Maria Paz da Mata, de 72 anos.

A prova que iniciou na tarde desta sexta-feira (05) contou com 9 participantes entre homens e mulheres residentes em Sinop e região. A competição acontece na sede da empresa localizada na Av. Sibipirunas, 2997 ao lado da Caixa Federal.

A ação também é beneficente e os participantes tiveram que doar 1kg de alimento não perecível que será destinado a família carente.

Com esse tema bem extrovertido, o Véio do Colchão, personagem lançado recentemente nas redes sociais, pelo Sr Carlos Sfaciotte, empresário do ramo de colchões, com diversas lojas direto da fábrica Nipo Brasil Flex. O desafio "BOM DE CAMA" tem como premiação um de cama box e um colchão terapêutico no valor aproximado de R$ 5.000,00.

O objetivo é conhecer o limite dos participantes, segundo o idealizador da disputa, Daniel Trindade. “Quem tiver mais resistência e ficar mais tempo sobre a cama ganha o presente. Hoje temos uma aposentada, um esportista, prestadores de serviços e a intensão é realmente conhecer quem mais tempo na cama vai ficar”, concluiu Trindade.

Os participantes não podem descer da cama, usar aparelho celular, dormir, ir ao banheiro ou comer. Eles estão sendo monitorados por fiscais e a ação esta sendo divulgada em tempo real no

https://www.facebook.com/DanielTrindadedefensoranimal/videos/461022152323610

O evento já é sucesso no interior de São Paulo, com recorde nacional de mais de 30 horas com uma pessoa sobre a cama, e a expectativa para Sinop está sendo muito grande.