Bem vindo ao Visão Notícias - 18 de Junho de 2021 - 02:02

ECONOMIA

Inflação em Sinop desacelera em abril e fecha em 0,23% segundo pesquisa da CDL

19 de Maio de 2021 ás 11h 56min, por Julio Tabile
Foto por Julio Tabile

Em abril, as diferenças mais significativas sobre o Índice de Preços do Consumidor - IPC Sinop foram decorrentes dos grupos de consumo, saúde, com aumento de 0,72%, residência, 0,42% e alimentação de 0,38%.

Já a retração teve foi com despesas pessoais em (-0,12%). Os demais grupos apresentaram variações pequenas em relação ao mês anterior. 

O mês fecha com taxa de inflação medida pelo IPCi de 0,23%. Com isso, a inflação acumulada em Sinop nos últimos 12 meses alcançou 7,38%.

Os dados foram levantados pelo Centro de Informações Socioeconômicas da Unemat, em parceria com a CDL.

“O resultado é menor que o mês anterior e mostra que a inflação desacelerou, isso se deve ao câmbio, que acaba refletindo principalmente nos combustíveis e segura os preços. Tivemos a cotação do dólar em R$ 5,70 e caindo para R$ 5,23. A nossa inflação local está muito parecida com os dados nacionais”, comenta o professor de economia, Feliciano Azuaga.

Em relação à economia brasileira, a taxa de inflação em Sinop no mês de abril seguiu a tendência de alta, observada pelo IPCA, que foi divulgado pelo IBGE. O IPCA para o quarto mês do ano foi de 0,31% em relação ao mês anterior. O IPCA nacional acumulado em 2021 foi de 2,37%. 

Já nos últimos 12 meses o IPCA ficou em 6,76%, abaixo da inflação de Sinop para o mesmo período. O resultado nacional aponta uma inflação acima da meta definida pelo Banco Central.  A inflação de abril em Sinop apresentou uma aceleração menor, quando comparada ao mesmo período no ano passado. A acomodação no câmbio explica essa desaceleração.

“As exportações do agro fizeram com que entrassem muitos dólares no país e isso ajuda na economia. O Banco Central está agindo, aumentando a taxa de juros, para tentar coibir esta alta, então acredito que essas mudanças vão gerar um impacto positivo no consumo de alguns itens nos próximos meses”, finalizou.