Bem vindo ao Visão Notícias - 18 de Junho de 2021 - 02:34

BRASIL VERDE E AMARELO

Produtores não bancam ato em apoio a jair Bolsonaro; Galvan dá sermão

07 de Maio de 2021 ás 16h 10min, por RD NEWS
Foto por RD NEWS

O presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), Antônio Galvan, que está engajado na organização do    Movimento Brasil Verde e Amarelo”,  com manifestações marcadas para  próximo  dia 15 de maio em Brasília, está preocupado com a falta de mobilização dos produtores rurais de Mato Grosso.  Em áudio que circula no Whatsapp, afirma    que as lideranças está desanimadas para  trabalhar pelo setor porque os produtores rurais estão se recusando a ajudar financeiramente e a participar do ato político.

Na pauta do Movimento Brasil Verde e Amarelo, está o  apoio ao presidente da República Jair Bolsonaro e  o protesto contra as medidas restritivas  (lockdown) adotadas por alguns governadores para conter o avanço da  pandemia da Codiv-19. Radical, Galvan se posiciona até contra o uso obrigatório da máscara facial.

E segundo Galvan, agora é o momento de apoiar Bolsonaro. Isso porque o presidente da República ameaçou baixar decreto proibindo os governadores de impor medidas restritivas contra a pandemia nos estados.

“Está na hora de tomar vergonha e encher Brasília. Eu vou xingar o primeiro que falar em grupo de Whatsapp que precisa fazer alguma coisa, que tem que fazer isso, que tem que fazer aquilo. Está começando a ficar enjoativo, está começando a deixar a gente chateado. (...). Não se vê gente até agora para encher um ônibus (...) .  Vergonhoso não ajudar com um centavo sendo com o saco de soja está R$ 160, R$ 170, o boi R$ 300 a arroba e ainda tem gente fazendo mesquinharia para lutar pelos seus direitos. Nos precisamos de soldados”, diz o presidente da Aprosoja Brasil.  

No entanto, em Lucas do Rio Verde, após o Sindicato Rural fazer  solicitação do apoio financeiro, para custear as despesas da comitiva que seguirá para Brasília, pelo menos 43 doadores, com valores que variam entre R$ 300 e R$ 5 mil, conseguiu juntar aproximadamente R$ 82 mil , para garantir as despesas de viagem.  72 manifestantes confirmaram presença nos ônibus disponibilizados pela entidade.

“O Fundo de Apoio ao Movimento Brasil Verde e Amarelo terá prestação de contas dando transparência. E necessário informar nas transferências a destinação para o movimento Brasil Verde e Amarelo” informou o Sindicato Rural de Lucas do Rio Verde.]

 Em  Pontes e Lacerda, também mobilizados pelo Sindicato Rural,  40 pessoas já confirmaram doações que variam entre R$ 500 a R$ 2 mil, para locação de ônibus. Movimentos similares acontecem em Sinop e Tangará da Serra.

Os 23 Núcleos da Aprosoja-MT estão dando apoio institucional ao Movimento Brasil Verde e Amarelo. No entanto, conforme revela o áudio de Antônio Galvan, a mobilização está aquém do esperado pelos dirigentes ruralistas.