Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bem vindo ao Visão Notícias - 04 de Março de 2024 - 07:15

INSCRIÇÕES ABERTA

Inscrição para técnico em agropecuária da escola agrícola ranchão prorroga até 19 de janeiro

15 de Janeiro de 2024 ás 07h 12min, por DA REDAÇÃO

A inscrição  da pré-matrícula para o curso de técnico em Agropecuária da Escola Agrícola Ranchão- Unidade Senar-MT, localizada no município de Nova Mutum   foi prorrogada até o dia 19 de janeiro. As vagas são gratuitas e podem se inscrever alunos matriculados no ensino médio, iniciando o 2º ou 3º ano e estudantes que já tenham concluído esse nível de escolaridade.

O curso têm quatro pilares; produção animal, produção vegetal, produção agroindústria e a infraestrutura do rural, com carga horária de 1.600h, mais 800h de estágio interno e externo  com duração de dois anos.

Segundo o gerente de Educação Formal do Senar-MT, Marcos Medeiros, o objetivo é preparar o jovem para o mercado de trabalho voltado para o agronegócio, porque hoje existe uma carência de técnicos para atender as empresas do Agro. Entendemos que a mão-de-obra técnica do dia a dia da propriedade rural, ou da empresa do ramo estão escassas e o técnico em agropecuária faz essa leitura, tanto da parte animal, como da vegetal.  Ou seja, preparamos esse aluno durante dois anos para que ele saia conhecedor da prática e pronto para atuar na propriedade rural.

Ainda de acordo com o gerente de Educação Formal do Senar-MT, a escola estava sob a gestão da Prefeitura de Nova Mutum há 30 anos. Atualmente o Senar-MT assumiu a gestão da escola e conta com a parceria do Sindicato Rural de Nova Mutum.

 "Entendemos que a mão- de -obra técnica do dia a dia da propriedade rural, ou da empresa do ramo estão escassas e o técnico em agropecuária faz essa leitura, tanto na parte animal , como na vegetal.  Ou seja, prepara esse aluno durante dois anos para que ele saia conhecedor da    prática e pronto para atuar na propriedade rural", explanou Marcos.

A instituição de ensino conta com uma área de 170 hectares que proporciona aos alunos a oportunidade de desenvolver atividades práticas nos setores da agroindústria, avicultura, suinocultura, bovinocultura de leite e de corte, piscicultura e ovinocultura. Além do setor de agricultura que envolve a horticultura e o cultivo de ciclos anuais como a soja, o milho e o algodão.

"A escola é um ambiente preparado para que esse estudante tenha uma experiência vivenciando não só em sala de aula, mas nos setores de produção a parte prática, onde ele vai conhecer os desafios colocando a mão na massa e trazendo uma riqueza de conhecimento além da teoria", ressaltou Marcos Medeiros.

Inscrições aqui