Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bem vindo ao Visão Notícias - 27 de Maio de 2022 - 11:36

LEGALIZAÇÃO

Dorner apresenta processo de regularização fundiária para moradores da comunidade Águas Claras

09 de Maio de 2022 ás 07h 59min, por Karoline Kuhn
Foto por ASSESSORIA

Começou o processo de regularização fundiária da comunidade Águas Claras, oitava localidade a ser atendida pelo programa “Escritura na Mão”, em Sinop. Ontem (06), os moradores puderam conhecer e tirar dúvidas sobre o assunto durante a reunião de mobilização e apresentação do programa e da equipe técnica. 

Acompanhado da primeira-dama e secretária de Assistência Social, Scheila Pedroso, o prefeito Roberto Dorner (Republicanos) destacou o quanto é satisfatório poder proporcionar à população esse processo de regularização, sonho antigo de muitos moradores. “Foi uma promessa que fiz, de que se houvesse jeito de regularizar, nós iriamos fazer. Portanto, agora chegou a hora. Conseguimos a empresa que faz esse trabalho e que já está fazendo, e dentro de pouco tempo, esse pessoal estará com a escritura na mão.  A comunidade Águas Claras será beneficiada com esse serviço que a Prefeitura está oferecendo para todos esses moradores”, destacou. 

O “Escritura na mão” deverá beneficiar 2 mil famílias sinopenses. O processo é desenvolvido pela empresa Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do Rio Grande do Norte (Funcern) que, a exemplo do que fez nas 7 localidades anteriores, já iniciou os trabalhos de campo para levantamento de moradores e características dos lotes da comunidade Águas Claras tão logo que concluiu a reunião de apresentação. 

Representando a comunidade, o morador José Moisés Scatambuli destacou que a luta pela regularização é antiga. “Todo mundo que compra um imóvel quer ter a regularidade, que ter seu lote com escritura, tudo certinho. E, por causa da documentação não era possível. Ninguém compra uma coisa na intenção de perder, mas fica com medo, né? Então, com o trabalho desse pessoal, do senhor Roberto Dorner, dos vereadores, eu estou muito feliz, contente, pelo nosso pessoal daqui, que todo mundo vai ter sua escritura na mão com certeza, se Deus quiser. Já está bem encaminhado”, disse.

O morador, inclusive, mostrou-se animado ao saber que os trabalhos de regularização já se iniciam de imediato e que não haveria mais reuniões.  “Fico mais feliz ainda e tenho certeza que nossos moradores também. E eu agradeço muito ao pessoal em disponibilizar essa reunião hoje, porque, na verdade, eu não estava nem acreditando”, emendou. 

Antônio Brava,  morador e pastor na comunidade, também se mostrou satisfeito com a conquista. “Até mesmo estou grato a Deus, por essa regularização de documentos de todos os nossos moradores dessa comunidade. É uma alegria imensa. É como diz a palavra: quando o justo governa, o povo se alegra. Eu tenho certeza que é uma grande alegria. Eu vejo radiante no coração desse povo tendo suas documentações em dia, tudo certinho, isso é muito bom”, pontuou.

O encontro foi no barracão da comunidade, reunindo a população, membros do Executivo como as secretárias Scheila Pedroso (Assistência Social), Faira Strapazzon (Governo) e o secretário Major Joubert Sacramento (Trânsito e Transportes Urbanos),  os vereadores Paulinho Abreu, Célio Garcia, Lucinei, Moisés do Jardim do Ouro e Juventino Silva, e também, os profissionais que estão executando os trabalhos de regularização.