Bem vindo ao Visão Notícias - 18 de Junho de 2021 - 02:31

EM BUSCA DE APOIO

Ari Larin vai a Ministério do Meio Ambiente em busca de apoio a projetos

06 de Maio de 2021 ás 12h 13min, por Claudia Lazarotto com Nádia Mastella

Além de ter apresentado o projeto do Comitê Integrado de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais e Urbanos para a ministra de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cistina, a comitiva sorrisense também visitou o Ministério do Meio Ambiente para solicitar o apoio do ministro Ricardo Salles. O encontro, destaca o prefeito Ari Lafin, debateu a preocupação em atuar de maneira preventiva, evitando incêndios tanto em áreas rurais quanto urbanas.

O prefeito frisa que todos os anos Sorriso realiza o trabalho de acompanhamento de ocorrências dessa natureza. “Com a criação do Comitê queremos ampliar esse trabalho e destacar também a importância da ação preventiva que os produtores rurais realizam em suas propriedades”, explica. “Claro que a meta é prevenir, mas caso aconteça algo precisamos estar preparados para atuar”, salienta Ari. Além de buscar o apoio do ministro, a comitiva também se colocou à disposição para contribuir no que for possível no combate em incêndios na área da Amazônia.

Na reunião, Ari e o secretário de Agricultura e Meio Ambiente do Município, Marcelo Lincoln explicaram a Ricardo Salles que no fim de abril foi criado o Comitê que além da Prefeitura conta com integrantes de diversas outras instituições, como o do Sindicato Rural, o CAT, a  Aprosoja, o Corpo de Bombeiros Militar (BM), a Polícia Militar (PM), a Polícia Judiciária Civil (PJC), associações empresariais e concessionárias de rodovias. O comitê é presidido pelo secretário  de Agricultura e Meio Ambiente, Marcelo Lincoln e foi dividido em vários grupos de trabalho para atuar tanto na prevenção, conscientização e no combate a Possíveis incêndios.

“Ainda em abril nos organizamos para avançar na discussão e buscamos  também o apoio de outras instituições, como a Câmara de Vereadores e universidades, por exemplo, para que esse processo se dê de maneira ininterrupta”, comenta Lincoln, acrescentando que a função central do Comitê é, além de atuar na prevenção de incêndios por meio da sensibilização de toda a comunidade, também é agir de maneira articulada e imediata no combate a possíveis incêndios, que “esperamos que não aconteçam”.

“Precisamos quebrar este paradigma que relaciona o produtor rural à destruição das florestas, incutindo ao produtor o estereótipo de alguém que provoca queimadas”, aponta o prefeito de Sorriso, Ari Lafin, esclarecendo que a preservação da floresta é indispensável para o agronegócio, que só é rentável quando alicerçado nos princípios da sustentabilidade.

Conforme Ari, Ricardo Salles se mostrou interessado nas ações do Comitê e destacou que a inciativa contará com o apoio doMinistério do Meio Ambiente. Acompanharam a reunião o presidente do Instituto Pensar Agro (INPA), Nilson Leitão, o produtor rural Darci Getúlio Ferrarin Júnior, representando o CAT e Diogo Damiani, representando Aprosoja e Sindicato Rural de Sorriso.