Bem vindo ao Visão Notícias - 18 de Março de 2019 - 17:26

SAÚDE

UBSs de Sinop realizam ação no Dia Internacional da Mulher

09 de Março de 2019 ás 09h 56min, por Assessoria
Foto por Assessoria

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, as Unidades Básicas de Saúde (UBS's) Alto da Glória, Jacarandás e Sabrina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizaram na manhã desta sexta-feira (08), uma programação especial voltada ao público feminino com café da manhã, brindes e palestras abordando o tema "Violência Doméstica Contra a Mulher".


Para as coordenadoras responsáveis pelas unidades, falar sobre o assunto é essencial devido ao número de casos registrados nos últimos tempos, como afirma a enfermeira e coordenadora da UBS Sabrina, Stefani Santos Aquino. "Elas [mulheres] precisam de informações com frequência, só assim ficam atualizadas sobre seus direitos e entendem como devem agir em situações de violência." 
A enfermeira e coordenadora da UBS Alto da Glória, Leyde Dayane de Oliveira, relata que "muitas mulheres vivenciam casos de violência, mas sofrem caladas por medo, gerado pela falta de informação". 


Reforçando a ideia, a enfermeira e coordenadora da UBS Jacarandás, Ilana Coelho, ressalta que há necessidade de tirar um dia para que o tema seja aprofundado. "O Dia da Mulher é todo dia, mas nesta data em especial, buscamos cuidar e falar mais sobre assuntos que estão presentes no dia a dia, mas que por conta da correria rotineira não conseguimos abordar com tanto ênfase diariamente. Algumas mulheres até chegam a nos relatar que sofrem violência doméstica, outras percebemos por conta do desenvolvimento de doenças psicológicas, que na maioria das vezes se fazem presentes nas vítimas por conta de traumas vividos em casa", conta.


A advogada que realizou uma das palestras, Klyssia Pereira, esclarece que as agressões não se restringem somente a parte física. "As mulheres também estão sofrendo violências psicológicas e sexuais, e ambas estão presentes em todas as classes sociais, de forma silenciosa", alerta Klyssia, que ressaltou ainda o impacto positivo que ações como estas, realizadas pelas UBS's, geram à população. "Eu me sinto honrada em fazer parte deste evento. A saúde municipal está de parabéns. Este tipo de mecanismo aproxima a sociedade da gente", frisa.


Na mesma linha, a advogada e presidente da Comissão de Direito da Mulher, da OAB Sinop, Cíntia Beline, que também palestrou, revela que eventos assim são importantes para a figura do advogado. "Não estamos restritos apenas ao escritório, temos a nossa função social, que neste caso é informar e estimular as mulheres a buscarem seus direitos", observa.


A advogada Ana Stefanello, a pastora Irismar de Oliveira e a oficial de justiça, Vanilza Misturini, também participaram da ação.

 

Violência doméstica 
De acordo com a psicóloga e coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), Amanda Machado Maciel, os traumas psicológicos causados pela violência doméstica, podem gerar doenças como depressão, ansiedade e outros transtornos mentais que podem resultar até em suicídio. "Os primeiros sinais são a falta de autoestima, desânimo, a autoculpa, a dependência, a ira e outros males que são causados pela relação obsessiva", explica a psicóloga.


Violência contra mulher é crime. Casos de violação aos direitos da mulher podem ser denunciados por meio do Ligue 180.