Bem vindo ao Visão Notícias - 23 de Maio de 2019 - 06:46

Dengue

Mutirão de combate à dengue percorre mais oito bairros a partir da quarta

06 de Março de 2019 ás 09h 19min, por Assessoria
Foto por Assessoria

Agentes das Secretaria de Saúde, Centro de Endemias, Secretaria de Obras e Serviços Urbanos (SOSU) e Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SDS) de Sinop visitam, na próxima semana, mais cinco bairros durante a programação do mutirão de combate à dengue. As vistorias, orientações e recolhimento de materiais diversos e que podem funcionar como potenciais criadouros do mosquito Aedes Aegypti recomeçam na quarta-feira (06), pelos bairros Jardim das Acácias, Jardim Tarumãs e Jardim Umuarama II. 
 
Durante o mutirão, a comunidade será convocada para levar para frente de suas residências materiais como latas, copinhos plásticos, papelões, pedaços de isopor, pneus, fogões e geladeiras velhas e que, normalmente, ficam depositados no quintal do morador ou são descartados de forma irregular em áreas públicas. Restos de massa verde e galhos de árvores não serão recolhidos. É preciso acompanhar a programação de trabalho para que os materiais sejam depositados, apenas, naquela semana ou mês em que as máquinas e profissionais estarão passando pelos bairros. O cronograma de coleta será disponibilizado no portal da Prefeitura de Sinop na internet (www.sinop.mt.gov.br).
 
Na quinta-feira (07), o mutirão chega ao Jardim dos Ipês, Jardim São Paulo e Comunidade Novo Jardim. Na sexta-feira (08), os agentes realizam o trabalho no Novo Estado e na Comunidade Boa Vista. Em 2018 foram registradas 734 notificações de casos de dengue em Sinop, sendo 430 confirmados. De acordo com o Centro de Endemias, a maior parcela dos focos de dengue registrados no município são encontrados nos quintais das residências. 
 
O compromisso da administração municipal em implementar estratégias e ações focadas no enfrentamento ao mosquito somado a conscientização da população,  fez com que, na edição de 2018 do mutirão, Sinop conseguisse baixar de 3,6% para 0,5% o índice de infestação do Aedes aegypti. No ano passado, 174 caçambas de materiais específicos foram retirados dos bairros durante os trabalhos dos agentes. 
 
Até abril, o mutirão percorrerá 60 bairros da cidade que pertencem ao grupo de localidades com alta incidência do problema.