Bem vindo ao Visão Notícias - 23 de Maio de 2019 - 06:44

SAÚDE

Médicos residentes complementam atendimento em UBSs a partir de hoje

01 de Março de 2019 ás 13h 46min, por Assessoria
Foto por Ademir Specht

Doze novos médicos residentes vão complementar o atendimento em dez Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Sinop, que atuam também como unidades-escola. Dez destes profissionais já começam a auxiliar nas consultas a partir da tarde desta sexta-feira (01/03). Os outros dois serão convocados na próxima quarta-feira, dia 06 de março. 
 

Os profissionais integram o Programa de Residência Médica do Município e atuarão na rede primária de saúde por dois anos sob supervisão de médicos preceptores. Os novos médicos residentes serão distribuídos entre as UBS's dos bairros Jardim Primavera, Jardim Jacarandás, Jardim Botânico, Residencial Vitória Régia, Boa Esperança, Jardim das Oliveiras, Jardim das Violetas, Maria Vindilina II, Jardim Ibirapuera e Jardim das Palmeiras. As unidades escolas atuam com um médico preceptor, dois residentes e acadêmicos do curso de Medicina da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), além da equipe de enfermagem e dos demais servidores. 


O programa consiste em um curso de pós-graduação (especialização) oferecido a médicos já formados e na modalidade de Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade. O vice-coordenador da Comissão de Residência Médica (Coreme), Francisco Specian Junior, destaca que além de trabalharem, esses profissionais também recebem conhecimento e qualificação, uma vez que o programa define que os médicos residentes cumprirão uma carga horária de 60 horas semanais contemplando tanto atividades práticas como teóricas e deste total, 80% correspondem ao atendimento diretamente ao cidadão e outros 20% de atividades teóricas em sala de aula. 

 

"Para a população, a presença desses profissionais gera mais celeridade e qualidade no atendimento. Eles suprem as necessidades nessas unidades escola e além do agendamento diário dessas UBS's, todas as demandas que chegam após a agenda estar completa são recepcionadas por esses profissionais, que fazem o atendimento na hora, se for urgente, ou avaliam se é uma situação em que o paciente pode agendar seu atendimento para os próximos dias", complementa Specian, sempre ressaltando que toda a atividade dos residentes ocorre sob supervisão do médico preceptor. 


Atualmente, a residência médica está presente em cerca de 70% da assistência primária de saúde e a pretensão é de que o programa alcance 100% da rede. 
De acordo com a Coreme, a estatística de resolubilidade do médico da atenção primária chega em torno de 85% dos problemas, sendo necessário o encaminhamento de apenas 15% dos atendimentos para especialistas. 

Recepção

Na manhã desta sexta-feira, 01/03, os novos médicos residentes foram recepcionados na Secretaria Municipal de Saúde, durante reunião de orientação. Foram repassadas aos profissionais informações referentes ao programa; quais atendimentos são oferecidos nas redes primárias, secundárias e terciárias da saúde em Sinop; como realizar os encaminhamentos; programação anual; como funciona o cronograma de horas trabalhadas; quais dias e períodos eles devem realizar a qualificação teórica; escalas de plantão da UPA e nos consultórios de especialidades, nos quais eles também irão atuar, entre outras orientações. 


O vínculo dos médicos residentes com o município é de estudante e a duração do curso é de 24 meses. Neste período, esses profissionais recebem como pagamento duas bolsas, sendo uma do Ministério da Saúde e a outra do Município.  


O Programa de Residência Médica iniciou em Sinop no ano de 2016 com a abertura de 10 vagas. Além do reforço no número de profissionais para assistência à população nas UBS's, a Prefeitura de Sinop, por meio deste Programa de Residência, oportuniza a capacitação necessária a estes profissionais.