Bem vindo ao Visão Notícias - 22 de Abril de 2021 - 18:44

OXIGÊNIO

Consumo de oxigênio em MT tem aumento de 391,5% neste ano em relação a 2020

06 de Abril de 2021 ás 08h 05min, por G1 MT
Foto por Tarso Sarraf/AFP

O consumo de oxigênio em Mato Grosso teve um aumento de 391,5% neste ano em comparação com o ano passado. Uma das empresas responsáveis pelo fornecimento de oxigênio em Mato Grosso, a White Martins, disse que o consumo passou de 1.600 metros cúbicos de oxigênio líquido por dia no primeiro semestre de 2020 para 7.865 metros cúbicos de oxigênio por dia neste ano.

Há cerca de uma semana, a empresa enviou uma carta ao governo do estado pedindo ajuda emergencial para evitar mortes nas unidades de saúde, e alertando que a demanda quintuplicou.

“De forma transparente e responsável, a White Martins está mantendo as autoridades de saúde cientes sobre todos os fatos relacionados ao fornecimento de oxigênio medicinal aos seus clientes das redes pública e privada em Mato Grosso, e mobilizando todos os esforços para disponibilizar a maior quantidade possível de produto”, explica.

A demanda regular dos clientes medicinais da White Martins no estado de Mato Grosso que antes girava em torno de 14.573 metros cúbicos de oxigênio líquido por dia já atinge 43.185 mil metros cúbicos de oxigênio líquido por dia e com forte tendência de crescimento.

O volume total de oxigênio gasoso contratado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) já foi ultrapassado e os quantitativos de oxigênio líquido, na proporção de crescimento atual, não serão suficientes até o final do contrato.

UTIs lotadas

O estado está há quase um mês com a Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) lotadas. Durante esse período, a fila de espera passa de 100 pacientes diariamente.

O colapso de saúde se estende aos hospitais particulares. Em Cuiabá, alguns hospitais chegaram a fechar as portas do pronto-atendimento, temporariamente, devido à superlotação de pacientes com Covid-19.

Unidades públicas também suspenderam as internações por falta de vagas.

O tempo que um paciente com Covid-19 fica internado em uma UTI também tem aumentado em Mato Grosso, o que também resulta no aumento do consumo de oxigênio.

Casos de Covid em MT

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (5), 317.254 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 8.127 mortes em decorrência do coronavírus.

Foram notificadas 2.167 novos casos de Covid-19 e 128 mortes, o maior número de óbitos desde o início da pandemia, em março do ano passado.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 511 internações em UTIs públicas e 507 enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 97,52% para UTIs adulto e em 58% para enfermarias adulto.