Bem vindo ao Visão Notícias - 17 de Agosto de 2019 - 23:22

SAÚDE

Acadêmicos que atuam no CEM obtém 2º lugar no Congresso Brasileiro de Cirurgia

17 de Maio de 2019 ás 08h 24min, por Da Redação com Assessoria
Foto por Assessoria

A Liga Acadêmica de Cirurgia Geral de Sinop (LACGS), que realiza Trabalhos Científicos com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde, no Centro de Especialidades Médicas (CEM), participou da 1ª edição das Olimpíadas da Associação Brasileira de Ligas Acadêmicas de Cirurgia (ABLAC) durante o XXXIII Congresso Brasileiro de Cirurgia e trouxe a segunda colocação da disputa para Mato Grosso. Participaram os acadêmicos, Gilvan Luís Gava, Fábio Henrique Mendonça de Oliveira, Victor Augustho Barbosa e Carlos Eduardo Rodrigues Lopes, do 7° semestre de medicina da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), campus Sinop.


O evento foi realizado em Brasília, entre os dias 01 e 04 de maio. De acordo com o Cirurgião Geral do CEM, Valdecir Resende, há dois anos os acadêmicos vem acompanhando a rotina e realizando estudos dentro da unidade. “Eu fiquei surpreso com a dedicação e empolgação desses acadêmicos. O CEM é uma referência para todos os procedimentos cirúrgicos ambulatoriais de pequenas cirurgias do município e até da região, além de ser um laboratório rico de patologias, e esses alunos aproveitaram o espaço dado a eles, para conduzir junto à equipe do CEM todo o trabalho que é desenvolvido aqui,” frisa o doutor.


O cirurgião diz ainda que os acadêmicos serão profissionais diferenciados no futuro, afinal, no CEM eles têm a oportunidade, dentro do sistema público, de conviver com os pacientes desde a primeira consulta, até a etapa final de cada procedimento realizado, acompanhando de perto a necessidade de cada um. “Eles [alunos] buscaram estatísticas, novas técnicas, novas condutas, e em contra partida fizemos essa parceria e cobrando deles que continuassem estudando e avaliando num contexto geral todo o sistema de saúde. Com isso, tivemos a grata surpresa de chegar a essa classificação, que é mérito deles”, completa.


A Liga Acadêmica da Cirurgia de Sinop foi formada há aproximadamente quatro anos pelo curso de medicina da UFMT, e há dois anos a Prefeitura de Sinop é parceira deste projeto. De acordo com o secretário municipal de saúde, Gerson Danzer, essa parceria é muito importante e soma para o município, afinal, o curso de medicina recebe todo o apoio para praticarem seus conhecimentos e assim crescerem como profissionais, e em contrapartida os acadêmicos ajudam a desafogar as demandas da saúde.

Para o acadêmico e ex-presidente da Liga Acadêmica de Cirurgia Geral de Sinop, Gilvan Luís Gava, obter essa colocação concorrendo com diversas outras universidades do país, tem muita notoriedade, e isso só foi possível, graças à parceria da Prefeitura de Sinop com a UFMT.


“Colocar-nos [acadêmicos] dentro da prática ambulatorial, e ainda permitir o acompanhamento dos pacientes, nos deu uma ampla visão do centro cirúrgico e nos empolgou a escrever alguns trabalhos científicos, e em especial a participar do Congresso Brasileiro de Cirurgia (CBC 2019). Para nos preparar para essa disputa, entrevistamos e acompanhamos do pré-operatório até o pós-operatório mais de 200 casos no CEM”, detalha o futuro médico.