Bem vindo ao Visão Notícias - 17 de Agosto de 2019 - 23:42

Câmara Sinop

Maioria: Vereadores decidem cortar projeto de eliminador de ar na tubulação de água de Sinop

12 de Junho de 2019 ás 18h 27min, por Assessoria
Foto por Marcos Silva

O projeto de Lei 021/2018 de autoria do Vereador Adenilson Rocha, foi apresentado durante a 19ª sessão da Câmara de Vereadores desta quarta-feira (12) dispõe sobre a instalação de equipamento eliminador de ar na tubulação do sistema de abastecimento de água do Município de Sinop. A maioria dos vereadores votaram contra a tramitação projeto.

Adenilson comentou a importância da lei.  “O objetivo do projeto era reparar os prejuízos notadamente causados aos usuários do serviço de abastecimento de água, distribuída pela empresa concessionária, onde os consumidores têm pago pelo ar no sistema como se fosse água. É uma situação absurda e injusta, afinal o consumidor paga para receber água e acaba pagando pelo ar”, desabafa Rocha.

Votaram contra a tramitação os vereadores: Joaninha, Professora Branca, Tony Lenon, Joacir Testa, Ícaro Severo, Maria José da Saúde e Mauro Garcia. Como houve empate, o presidente Remídio Kuntz deu o ‘voto de Minerva’ (desempate) derrubando a tramitação do projeto.

Várias cidades, como Lucas do Rio Verde, aprovaram projetos parecidos com o apresentado pelo vereador.

A água fornecida pela concessionária, é distribuída sob pressão nas redes de abastecimento. Como a água é bombeada, é comum a presença de ar, em conjunto com a água, dentro das tubulações. O que não podemos aceitar é o fato de que o consumidor pague por este ar, como se fosse água e no preço desta.

Em determinadas condições, principalmente quando a rede é desligada, podem surgir bolsões de ar nestas tubulações que aumentam, indevida e consideravelmente, o valor da conta. Ao chegar ao hidrômetro, esses bolsões fazem girar o contador, inclusive de uma forma mais livre do que quando somente a água.

Outro lado: Os vereadores que votaram contrários a tramitação do projeto, alegaram seguir os pareceres contrário das comissões que alegavam vício de iniciativa.