Bem vindo ao Visão Notícias - 24 de Fevereiro de 2020 - 01:45

DISPUTA AO SENADO

Leitão cita apoio de 50 prefeitos e tenta convencer “adversários”

07 de Fevereiro de 2020 ás 17h 39min, por CAMILA RIBEIRO / MÍDIA NEWS
Foto por Midia News

O ex-deputado federal Nilson Leitão (PSDB) afirmou que está articulando sua candidatura na eleição suplementar do Senado que acontece em 26 de abril. Para tanto, já contaria com o apoio de ao menos 50 prefeitos do Estado e tenta convencer seus virtuais adversários de que é o nome mais preparado.

A vaga – aberta em razão da cassação do mandato da senadora Selma Arruda (Podemos) – tem atraído uma série de interessados. E Leitão garantiu que está conversando com cada um deles.

Ao menos por ora, ele descarta a possibilidade de compor uma chapa na condição de suplente.

“O debate que está sendo feito a partir de agora é em torno da disputa ao Senado. Não quero dizer que seja depreciativo ser suplente, mas me sinto preparado e meu currículo me dá condições de ser senador por nosso Estado”, disse o tucano, ao MidiaNews.

“Não estou dizendo que sou o melhor. Mas estou, de fato, mantendo conversas como todos os nomes que estão colocados até o momento e argumentando que tenho condições de ocupar essa vaga”, emendou.

Além do apoio dos prefeitos, Leitão disse contabilizar também a simpatia de 200 vereadores de diversos municípios de Mato Grosso e – sem citar números – afirmou eu vem ampliando o número de possíveis aliados à sua candidatura dentro da Assembleia Legislativa.

Paralelo a isso, o ex-deputado disse que vem mantendo conversas com representantes de diversos segmentos, incluindo aí, o agronegócio.

“A construção nasceu dentro do PSDB, incialmente. Até agora, fui o único que demonstrou interesse em concorrer à vaga. A direção nacional e a estadual me deram esse respaldo e vi que havia o sentimento de que eu deveria colocar meu nome à disposição, até em função do recall da eleição passada”, disse o deputado, ao lembrar os mais de 333 mil votos recebidos na disputa ao Senado, em 2018. Na ocasião, ele ficou em quinto lugar.

“A partir daí, passei a fazer esse diálogo não só com os candidatados, mas também com representantes da Facmat, CDL, Fecomércio e essas conversas continuam. Tenho visto que a ideia está sendo bem recebida”, afirmou.

Entorno de Mendes

Leitão disse acreditar que pode ser, inclusive, beneficiado em razão da “inflação” de nomes aliados do governador Mauro Mendes (DEM) que pleiteiam a vaga.

No entorno do democrata, são cogitadas as candidaturas de Otaviano Pivetta (PDT), Julio Campos (DEM), Carlos Fávaro (PSD), por exemplo.

“Todos têm direito ao Sol, não quero escolher adversários. Mas é óbvio que isso acaba por pulverizar os votos e pode facilitar uma candidatura nossa”, disse.