Bem vindo ao Visão Notícias - 07 de Julho de 2020 - 11:35

POLÍTICA

Após cobrança de Visera população passa a ter serviços de iluminação pública e água tratada

18 de Maio de 2020 ás 19h 13min, por Roneir Corrêa
Foto por Gilson Carlos

Após cobranças feitas pelo vice-presidente da Câmara Municipal de Sinop, vereador Leonardo Visera (Patriota), moradores dos bairros Residencial Montreal Park e Chácaras de Lazer São Cristóvão II passam a ter o direito aos serviços básicos de Iluminação Pública, água tratada e Correios.

Tais serviços públicos eram interrompidos devido à falta de regularização de uma área utilizada pelos moradores como rua. A empresa responsável pelo loteamento do Montreal Park doou a área ao município com a finalidade de ser usada como rua, mas a mesma não havia sido criada pela prefeitura, gerando transtornos aos moradores.

Procurado por um morador da localidade, Visera elaborou a indicação 600/2019 cobrando do executivo a conversão da Área Institucional em logradouro público. A matéria foi aprovada por unanimidade no dia 10 de setembro de 2019.

No documento oficial legislativo, o parlamentar destacou o problema relatado por um morador. "Eles não conseguem atenções básicas do Poder Público Municipal, como exemplo, iluminação pública, água tratada, serviços de Correios e até mesmo a regularização desses débitos no tocante ao IPTU".

O pedido de Visera foi atendido pelo município que encaminhou o Projeto de Lei (PL) 028/2020 tratando da regularização. A matéria foi aprovada por unanimidade em única votação, durante a 13ª Sessão Ordinária, realizada na tarde desta segunda-feira (18).

A Rua Santa Luzia possui 7.165,22 metros quadrados e interliga a Rua 05 do Residencial Montreal Park á Estrada Alzira. Ela passa a integrar a malha viária urbana do município, a partir de sua publicação.

"A luta daqueles moradores chegou ao fim. A partir de agora vamos cobrar para que a concessionária de energia faça a instalação da rede a fim de que os moradores tenham a iluminação pública. Que a concessionária de água atenda o pedido de novas ligações naquela rua e os Correio inclua nas rotas de entrega de correspondências", finalizou ele.