Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bem vindo ao Visão Notícias - 25 de Setembro de 2021 - 00:08

JULGAMENTO

Maquiadora Cleia acusada de matar o marido e o amante será julgada amanhã, VÍDEO

27 de Julho de 2021 ás 15h 49min, por Anderson de Oliveira / GC NOTÍCIAS
Foto por VISÃO NOTÍCIAS

A maquiadora, Cleia Rosa dos Santos Bueno, acusada de mandar matar o marido, Jandirlei Alves Bueno, de 39 anos, em 2016, e o amante Adriano Gino, de 29 anos, no ano seguinte, irá a júri popular amanhã, (28) no fórum de Sinop, distante 550km de Cuiabá.

A defesa sustenta que a Maquiadora não matou o marido, e que, contratou os irmãos José Graciliano e Adriano dos Santos para executar o suposto amante por vingança. “Temos provas suficientes para garantir que Cleia não matou Jandirlei”, afirmou a advogada Aisla Carvalho.

A acusada está presa na cadeia feminina de Nortelândia desde março de 2018. O julgamento havia sido marcado para fevereiro deste ano, mas foi adiado em razão da pandemia de coronavírus.

Adriano dos Santos e José Graciliano dos Santos, que confessaram terem matado e enterrado o amante da acusada, também passarão pelo tribunal do júri amanhã.

RELEMBRE O CASO:

A investigação começou quando o marido de Cleia, Jandirlei Alves Bueno, de 39 anos, foi morto em outubro de 2016. Segundo relatos da acusada, eles estavam na residência quando assaltantes entraram na casa e atingiram Jandirlei com golpes de faca. A vítima ficou internada por dois meses, mas não resistiu e morreu.

As investigações era de que um possível latrocínio teria ocorrido. Porém no final de 2017, o homem com quem Cleia estava se relacionando após ter ficado ‘viúva’, também foi morto. A partir daí a polícia começou a suspeitar da participação de Cleia nas mortes.

Adriano Gino, de 29 anos foi encontrado morto depois de dias desaparecido. Ele estava enterrado junto com sua moto, dentro de uma vala, em uma região de mata, em Sinop. A principal suspeita é de que ela teria contratado os irmãos José Graciliano e Adriano Santos para matar Adriano.

E Adriano Gino também teria participado da morte de Jandirlei.

Nas redes sociais a família de Jandirlei pede justiça.

Assista o vídeo no momento que assassinos desenterram o corpo de Adriano, principal suspeito de tirar a vida do marido da maquiadora.