Bem vindo ao Visão Notícias - 04 de Agosto de 2020 - 10:28

CONFRONTO COM O BOPE

"Eu te implorava para não fazer isso", diz esposa de homem morto

31 de Julho de 2020 ás 07h 27min, por JAD LARANJEIRA

A esposa de William Diego Ribeiro Morais, de 37 anos, morto em uma troca de tiros com policiais do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) lamentou a perda em sua perfil no Facebook.

William e outros cinco homens foram mortos na madrugada de quarta-feira (29), após resistirem a uma abordagem policial, no Bairro Itamaraty, em Cuiabá.

“É, amor, agora você se foi, você me deixou e deixou nosso filho. Quero te agradecer por tudo o que fez por mim e pelo J.P., não consigo entender o porquê você foi fazer isso, não caiu a ficha ainda”, diz ela em um trecho da publicação.

Na publicação, a mulher diz que pediu para o companheiro "não fazer isso”, sem deixa claro do que fala.

“Eu te implorava para não fazer isso, mas você foi e não voltou mais. Está um vazio enorme e tá doendo”.

Ela finalizou a mensagem dizendo que perdoa o homem. “Quero que fique em paz, eu te perdoei, só queria você ao meu lado, obrigada por me proporcionar momentos inesquecíveis”.

A troca de tiros

Além de William, também morreram Leonardo Vinycius de Moraes Alves, de 24, Jhon Dewyd Bonifácio de Lima, de 22, André Felipe de Oliveira, de 23, Oacy da Silva Taques Neto, de 30, e Gabriel de Paula Bueno, de 20.

Oacy Taques era soldado da Polícia Militar e atuava no 3º Batalhão.

Já Leonardo Vinícius Pereira era filho de um sargento da PM. Ele usava tornozeleira eletrônica e tinha passagens por tráfico de drogas.

Os seis estavam divididos em dois carros, um Fiat Uno e um Corolla, que trafegavam em atitude suspeita pela região.

Os policiais tentaram abordar os condutores, que reagiram e passaram a atirar contra a equipe do Bope. Os policiais reagiram e revidaram, dando início a uma troca de tiros. O Corolla tinha vidros blindados

Um dos criminosos, mesmo baleado, deixou o carro e tentou fugir entrando na mata, mas foi localizado já sem vida. Nenhum PM ficou ferido na ação.

Nos veículos havia rádio comunicadores, coletes à prova de balas, seis armas, sendo quatro pistolas e dois revólveres. 

Leia mais sobre o assunto:

Polícia Civil identifica os seis mortos em confronto com o Bope

 

Seis homens morrem em confronto com o Bope em Cuiabá

 

Vídeo mostra Uno e Corolla cravejados de tiros após confronto