Bem vindo ao Visão Notícias - 22 de Junho de 2018 - 10:20
Saúde
18/05/2018 - 14:58h
Descaso no Hospital Regional de Sinop, jovem espera há mais de 2 anos por cirurgia
O caso é tão grave que uma placa colocada em uma de suas fraturas na perna, está saindo do corpo.
Fonte: Redação / Marcos Silva

No final de semana que antecede a “Caravana da Transformação” em Sinop, várias denuncias mostram que o Hospital Regional de Sinop existem pessoas internadas a espera de cirurgias. Na manhã desta sexta-feira (18) a redação do site Visão Notícias recebeu uma reclamação é de um paciente que sofreu uma queda de telhado recentemente em Sinop e aguarda uma cirurgia no braço.

Em outro caso um jovem, Maikon Jhonatan Suzarte de Castro, que sofreu um acidente em janeiro de 2016 e ficou com múltiplas fraturas, sendo três fraturas nos braços e três nas pernas. Ele está aguardando há meses por uma cirurgia, e o caso é tão grave que uma placa colocada em uma de suas fraturas na perna, está saindo do corpo.

Segundo o paciente uma cirurgia provisória de emergência foi realizada no Hospital Regional de Sinop para depois de alguns dias realizarem a definitiva, mas já se passaram vários meses e nada. “Quando eu vinha (ao hospital) os médicos diziam que autoridades maiores do hospital não deixavam internar porque não tinha dinheiro, medicamento, enfim, os médicos não podiam internar porque tinha vindo ordem de autoridade maior acima deles que eles não podiam fazer internação”, disse o jovem.

O paciente foi encaminhado para a casa e espera uma posição do Hospital para a cirurgia. Ele entrou com um recurso na Defensoria Pública e aguarda a posição da Justiça.

Ainda conforme Maikon, em contato com o site, ele revelou que a situação continua a mesma e o problema se agrava a cada dia. "Sai do Hospital e agora estou em casa, o medo é de perder a minha perna", desabafou ao site Visão Notícias.

Vários outros pacientes que estão passando pelo mesmo problema de falta de cirurgia, estão se manifestando nas redes sociais. A direção do Hospital Regional de Sinop ainda não se manifestou em relação ao caso.

De acordo com dados fornecidos pela Casa Civil, cada um dos eventos da Caravana, custou aos cofres públicos R$ 2,8 milhões, em média.



Cadastro de Opinião
Nome:
E-mail:
Mensagem:
Blog's
Curta Nossa Fan Page

© 2018, visão notícias O seu portal de informação