Bem vindo ao Visão Notícias - 18 de Outubro de 2018 - 19:30
Política
08/10/2018 - 08:10h
Mato Grosso reelege deputados investigados e até um condenado
Gilmar Fabris foi condenado a mais de 6 anos de prisão por peculato em continuidade delitiva.
Fonte: Cícero Henrique / caldeirão político

Janaína Riva (MDB) foi a campeã de votos, superando os 51 mil com 99,9% das urnas apuradas. Ela continua sendo a única mulher dentre os deputados estaduais em Mato Grosso.

Apesar de eleger 14 novos parlamentares, os eleitores mato-grossenses reconduziram ao mandato políticos que são réus e até um condenado. Eduardo Botelho, Gilmar Fabris, Nininho, Guilherme Maluf, Gilmar Fabris (condenado) Max Russi e Wilson Santos são investigados. 

Mauro Savi (MDB), que ficou preso durante quatro meses antes de conseguir registrar sua candidatura, não conseguiu a releição e perde o foro privilegiado. Segundo o Gaeco, Savi era o líder da Orcrim que desviou R$ 30 milhões do Detran-MT, esquema desarticulados nas operações Bereré e Bônus.

Botelho também é investigado na operação Bônus. Gilmar Fabris foi condenado a mais de 6 anos de prisão por peculato em continuidade delitiva. Ele teve o registro negado pelo TRE-MT .

A defesa de Fabris ingressou com recurso ordinário no TSE com pedido de efeito suspensivo e no julgamento de mérito a reforma da decisão da Justiça Eleitoral de Mato Grosso para que seja concedido definitivamente o registro de candidatura.que recorrer ao TSE para disputar a eleição


Cadastro de Opinião
Nome:
E-mail:
Mensagem:
Blog's
Curta Nossa Fan Page

© 2018, visão notícias O seu portal de informação