Bem vindo ao Visão Notícias - 24 de Abril de 2018 - 7:36
Política
16/04/2018 - 17:59h
Presidente da Câmara solicita ação de secretaria para contribuir com mais segurança a acadêmicos
A medida, de acordo com o vereador, é para que os estudantes se sintam um pouco mais seguros...
Fonte: Assessoria

Diante dos diversos casos de assalto e violência registrados por acadêmicos nas últimas semanas em Sinop, o presidente da Câmara Municipal, Ademir Debortoli (MDB), apontou à secretaria de Obras a necessidade urgente de se realizar vistoria em todas as lâmpadas que ficam localizadas em frente e próximas às ruas das universidades e faculdades do município.

A medida, de acordo com o vereador, é para que os estudantes se sintam um pouco mais seguros. Acadêmicos da Unemat, por exemplo, relataram que é muito comum serem vítimas de assaltos, principalmente na hora da saída da universidade e a falta de iluminação contribui para este tipo de crime, que no caso da unidade, geralmente é praticado em ruas próximas como a Açaís, Araças, Eucaliptos e Jaborandis. "Moro a cerca de 200 metros da entrada da Universidade e todos os dias sinto a mesma insegurança quando saio e volto pra casa. Há poucos dias fui assaltada chegando em casa. Não temos retorno das autoridades responsáveis pela segurança. Eu só preciso atravessar a rua pra entrar na Unemat e não consigo fazer isso a pé por medo. Além da iluminação, precisamos de ronda da polícia nesses horários", declara a acadêmica Ana Carolina Scandolara, que acrescenta ainda que já fez solicitações à secretaria de Obras, por meio do aplicativo Se Liga Sinop, para manutenção de lâmpadas próximas a sua residência, mas até o momento não teve retorno.

Alunos da UFMT e Unic também reclamam da falta de iluminação na Avenida Alexandre Ferronato, já que muitos vão a pé ou de bicicleta para as universidades, como é o caso da médica veterinária residente, Fernanda Camila Gularte. "A falta de iluminação na avenida implica ainda em riscos de acidentes envolvendo pedestres e ciclistas, uma vez que a falta de iluminação prejudica a visibilidade também para os motoristas. Há muito tempo, infelizmente, se tornou rotina casos em que acadêmicas sofrem tentativas de estupro e assédio naquela região. Eu, como residente do Hospital Veterinário da UFMT, diversas vezes preciso me deslocar à universidade de madrugada para atendimentos, assim como outros e ficamos expostos a todos esses riscos", complementa Fernanda.

O vereador ainda ressalta que além dos assaltos, crimes mais graves podem e estão sendo cometidos contra os estudantes. "Como casos de estupro, roubo seguido de espancamento, sendo que a maioria das vítimas são do sexo feminino. A iluminação talvez não seja um fator determinante, mas ajuda a inibir a ação dos bandidos. Estas e outras providências devem ser tomadas com urgência", acrescenta Debortoli.

A Indicação será votada na décima sessão ordinária do Legislativo, nesta segunda-feira (16). Se aprovada segue para a prefeita Rosana Martinelli (PR) e para o secretário de Obras e Serviços Urbanos, Lúcio Silva.


Cadastro de Opinião
Nome:
E-mail:
Mensagem:
Blog's
Curta Nossa Fan Page

© 2018, visão notícias O seu portal de informação