Bem vindo ao Visão Notícias - 22 de Julho de 2018 - 3:22
Política
09/04/2018 - 18:00h
Fávaro almoça com oposição e pretende construir aliança para tirar governador
Foto por: Reprodução
Fonte: RD News

O pré-candidato ao Senado Carlos Fávaro (PSD), que renunciou à Vice-Governadoria na semana passada confirmando a ruptura com o governador Pedro Taques (PSDB), almoçou com os principais dirigentes da oposição nesta segunda (9). A reunião foi convocada pelo deputado estadual Zeca Viana e pelo ex-prefeito de Lucas do Rio Verde Otaviano Pivetta, ambos do PDT.

Segundo Fávaro, a reunião não serviu para definição de candidaturas. Afirma que o objetivo principal do encontro foi iniciar o debate sobre um projeto para assegurar o desenvolvimento de Mato Grosso com administração e políticas públicas eficientes.

Reprodução

reuniao partidos oposição

 Mauro Mendes, Otaviano Pivetta, Osvaldo Sobrinho, Fávaro, Fabio Garcia, Júlio Campos, Dilemário, Maria Lúcia Cavalli, Adriano Pivetta, entre os presentes

“Eu nem falei que sou pré-candidato ao Senado. Ouvi a opinião das lideranças e ficou acertado que continuaremos conversando com objetivo de viabilizar um projeto viável e eficiente para Mato Grosso”, explica ao .

Entre os presentes, o nome mais lembrado para disputar o governo foi do ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM), que pretende intensificar a movimentação política a partir de maio. Outra alternativa seria o próprio Pivetta.

“Na reunião, não falamos em candidaturas. A única definição é que somos oposição e não aceitamos o que o senhor Pedro Taques está fazendo com Mato Grosso. Vamos continuar conversando para definir um projeto de governo honesto, sério e eficiente”, declara Pivetta.

Ouvi a opinião das lideranças e ficou acertado que continuaremos conversando com objetivo de viabilizar um projeto viável

Participaram da reunião representantes do PDT, DEM, PSD, PTB, PRB, PHS, PCdoB, PP e Pros. Além de Fávaro, Zeca, Pivetta e Mauro, estiveram presentes lideranças como o ex-governador Júlio Campos (DEM), os deputados federais Fabio Garcia (DEM) e Adilton Sachetti (PRB), vereador por Cuiabá Dilemário Alencar (Pros), o ex-senador Osvaldo Sobrinho (PTB) e a ex-reitora da UFMT Maria Lúcia Cavalli Neder (PCdoB).

Após a reunião, os partidos de oposição divulgaram uma nota na qual ficou estabelecido entre os presentes a disposição em construir um projeto de governo alternativo para Mato Grosso. Entre as razões apontam frustração com a gestão do atual governo, e percepção de que o modelo de gestão de Taques não atende e não irá atender aos anseios sociais dos mato-grossenses.

Além disso, ressaltam que nas próximas semanas, as siglas individualmente e/ou coletivamente, estarão construindo uma agenda de propostas e compromissos para serem debatidos com todos os setores representativos do Estado. Por fim, afirma que estão abertos à ampliação do diálogo com outros partidos e com todos os setores da sociedade.


Cadastro de Opinião
Nome:
E-mail:
Mensagem:
Blog's
Curta Nossa Fan Page

© 2018, visão notícias O seu portal de informação