Bem vindo ao Visão Notícias - 21 de Setembro de 2017 - 18:24
Política
01/09/2017 - 22:06h
Vereadores de Sinop se reúnem com Sejudh e Empaer para viabilizar termo de cooperação
Objetivo é ressocializar reeducandos do regime semiaberto do presídio Ferrugem....
Fonte: Suzana Machado

Vereadores da Câmara Municipal de Sinop (MT) se reuniram na tarde desta sexta feria (01) com o secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Coronel PM Airton Siqueira, representantes da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) e do Conselho da Comunidade para discutir a possibilidade da Sejudh e o órgão firmarem um termo de cooperação com a finalidade de ressocializar reeducandos do regime semiaberto do presídio Dr. Osvaldo Florentino Leite Ferreira (Ferrugem), por meio de atividades ligadas ao setor agrícola e de produção.

O presidente da Câmara, Ademir Bortoli (PMDB), explicou que a parceria, se for firmada, será entre os órgãos estaduais, mas que o Legislativo municipal pode fazer a sugestão e a intermediação para que o termo se concretize. "A ideia surgiu entre os vereadores e esse termo de cooperação técnica já existe em Lucas do Rio Verde. Nós tivemos em Cuiabá, reunidos com o Coronel Siqueira e representantes da Empaer. Ficamos de concluir esse termo de cooperação técnica em Sinop com a administração municipal, Polícia Militar e a unidade da Empaer daqui. Essa foi uma primeira reunião para discutir o assunto com todos os setores envolvidos", explicou Bortoli.

De acordo com o secretário Airton Siqueira, atualmente, a população carcerária em Mato Grosso é de 11,3 mil reeducandos, sendo que 18% destes trabalham e 21% estudam. A intenção é elevar estes números a quase 30% até o final do ano, e Sinop, onde os dados estão abaixo da média (apenas 40 dos quase 900 custodiados trabalham) pode ser um município que ajudará a bater a meta. "Nós vamos novamente nos reunir com o pessoal da Empaer, porque eles estão preocupados com o recurso destinado para pagar este serviço. Então nós vamos começar inicialmente com o pessoal do regime fechado e avançar na remissão da pena", destacou Siqueira.

O coordenador do Centro Regional de Pesquisa da Empaer em Sinop, Wanderlei Conceição, revelou que o órgão já emprega, remuneradamente, três reeducandos, e que haverá mais demanda para trabalho na produção de 400 mil mudas, porém, a princípio, sem condições de remuneração. Em relação ao termo de cooperação, a discussão deve ser levada ainda para a diretoria da Empresa.


Cadastro de Opinião
Nome:
E-mail:
Mensagem:
Blog's
© 2017, visão notícias O seu portal de informação