Bem vindo ao Visão Notícias - 22 de Maio de 2018 - 16:22
Polícia
26/01/2018 - 09:16h
Sinop: Homem é preso acusado de matar filha de dois meses
Fonte: Visão Notícias com Assessoria

A Polícia Judiciária Civil prendeu na manhã desta sexta-feira (26) um homem de 27 anos acusado de matar a filha, um bebê de 02 meses, em janeiro do ano passado, na cidade de Várzea Grande. A prisão foi realizada pela Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), com apoio da Delegacia de Sinop.

O fato aconteceu no dia 23 de janeiro de 2017. A vítima Lilian Marui Melgar, de 02 meses de idade, deu entrada no Pronto Socorro de Várzea Grande, inconsciente e acompanhada dos pais.

Informações preliminares dos pais eram que ela havia sido asfixiada acidentalmente quando os três dormiam juntos em uma mesma cama. Num primeiro momento, a mãe afirmou ter verificado que o pai dormia por cima da criança, impossibilitando sua respiração.

Devido à gravidade do quadro, o bebê foi transferido para o Pronto Socorro Municipal de Cuiabá mas não resistiu, vindo à óbito logo em seguida.

Após o fato, os pais da criança não mais foram vistos em Cuiabá.

De acordo com o delegado Frederico Murta da DHPP, no decorrer das investigações surgiram fortes indícios de o fato inicialmente tratado como acidente poderia ser, na realidade, homicídio. “Provas testemunhais e periciais apontam que a bebê teria sido gravemente agredida por seu genitor, e a causa de sua morte seria hemorragia cerebral”.

 Após meses de diligências, o suspeito Leo Marui Melgar foi localizado na cidade de Sinop (500 km ao Norte). A Polícia Civil representou pela prisão temporária do suspeito, que foi devidamente expedida pela 1ª Vara Criminal de Várzea Grande.

O investigado não possuía passagens criminais e deu entrada recentemente em uma clínica de recuperação para dependentes químicos, mas fugiu do local. O suspeito confessou o crime, alegou que estava sob efeito de drogas e se irritou porque a filha chorava muito. Ele será interrogado ainda nesta sexta-feira (26), no município de Sinop, e encaminhado ao presídio local (Ferrugem). 

A mãe da criança saiu do Estado, com medo de ameaças e agressões do ex-companheiro.


Cadastro de Opinião
Nome:
E-mail:
Mensagem:
Blog's
Curta Nossa Fan Page

© 2018, visão notícias O seu portal de informação