Bem vindo ao Visão Notícias - 15 de Outubro de 2018 - 16:16
Geral
08/10/2018 - 13:31h
TC9 reedita final e conquista título feminino em Copa Marcelinho Boiadeiro
No confronto final, superou Anjos do Norte pelo placar de 2 gols a 0...
Foto por: Thiago Souza
Fonte: Leandro Nascimento

A decisão da Copa Marcelinho Boiadeiro de Futebol 2018, no naipe feminino, colocou frente a frente dois velhos adversários dentro de campo. De um lado, TC 9/El Shaddai, vice-campeã da edição passada, e, do outro, Anjos do Norte, campeã de 2017. Enquanto estas defendiam o título, a preocupação daquelas era desbancar as adversárias e levantar o troféu em um dos principais campeonatos amadores de Sinop. Na final realizada na noite de sexta-feira, 05, a decisão reeditada foi diferente do retrospecto anterior.

Em uma noite inspirada, TC 9/El Shaddai brilhou e, sem grandes resistências, faturou o campeonato. No confronto final, superou Anjos do Norte pelo placar de 2 gols a 0, marcados ainda no primeiro tempo. “Ano passado, chegamos à final contra o mesma equipe e acabamos perdendo. Mas, esse ano, conseguimos sair com a vitória e ser campeão”, vibrou o treinador da TC9, Willian Luis, referindo-se, ainda, ao amadurecimento das atletas e o aprendizado no último ano, quando saíram derrotadas na final.

“Ficou como experiência a derrota. E é uma coisa que ninguém quer que aconteça de novo. Hoje, todas entraram com a vontade redobrada. Belos gols que aconteceram. A outra equipe está de parabéns, pois foi um jogão”, comemorou o treinador campeão.

Em campo, TC9/El Shaddai abriu o marcador logo aos 13 minutos do primeiro tempo, com Ana Cláudia. Não demorou muito para, aos 31 minutos do mesmo período, Soraia ampliar o marcador. Já no segundo tempo, mesmo com as jogadas criadas para ambos os lados, não houve gols. Final de partida, 2 a 0 para a TC9 e a conquista do título de campeão.

Apesar do resultado desfavorável à sua equipe, o treinador do Anjos do Norte, Sérgio Ximenes, lembrou que, independentemente do placar, o que prevalece é o espírito esportivo dentro e fora de campo. “Somos amadores e estamos aqui por prazer pelo futebol. Estamos lutando pelo futebol feminino e para que seja forte no nosso município. Temos um time muito bom, mas, hoje, elas [adversárias] foram superiores. Futebol é isso. Um esporte onde você ganha e você perde", expressou, minutos após cumprimentar as atletas da equipe adversária.

Além da medalha de prata, Anjos do Norte deixou a competição com a medalha de artilheira, conquistada por Vanessa Catani, autora de 5 gols durante o evento esportivo.

Realizada pela Prefeitura de Sinop, por meio da Gerência de Esportes, a Copa Marcelinho Boiadeiro de Futebol faz uma homenagem a um dos ídolos do Sinop Futebol Clube e protagonista de várias das conquistas obtidas pelo Galo do Norte: o próprio Marcelinho Boiadeiro. Na edição de 2018, a competição bateu recordes em número de equipes participantes, como explica o coordenador Sérgio Corbelino.

“Foram 44 equipes masculinas, 9 femininas, 1.050 participantes, mais de 950 no desfile [de abertura] entre atletas, além do público na arquibancada. Tudo isso para fortalecer o esporte sinopense”, expressou. Uma referência à administração municipal, Corbelino lembrou, também, dos esforços empregados pela gestão da prefeita Rosana Martinelli em prol do esporte na cidade.

“Primeiramente, agradecer à prefeita Rosana Martinelli que confiou na nossa coordenação de esportes e aos profissionais que lá estão. Nos empenhamos nas atividades nestes últimos 120 dias e, graças a Deus, de lá para cá, toda nossa coordenação só tem feito sucesso. Só temos a agradecer esse foto de confiança da gestora”, expressou o dirigente.

No último dia da Copa Marcelinho Boiadeiro também acompanharam as disputas finais, bem como a entrega da premiação, a família do ex-craque. A viúva Cleri Frigo e os dois filhos do casal, deram o ponta-pé inicial na bola do jogo e, ainda, entregaram a premiação aos times campeões. Um momento, como lembrou Cleri, que traz boas recordações. “Foi merecida [a homenagem]. Ele foi craque no Sinop Futebol Clube, o camisa 10. Dá saudade. Estar na arquibancada e vendo ele fazendo gol a gente até arrepio só de falar”, comentou.

O terceiro lugar no naipe feminino da Copa Marcelinho ficou com a Assif/MP Sports.

Destaques

Feminino
Artilheira: Vanessa Cattani, 5 gols 
Equipe: Anjos do Norte
Goleira menos vazada: Cassia Carmem Kahelen Schwengber
Equipe: TC9/El Shaddai


Cadastro de Opinião
Nome:
E-mail:
Mensagem:
Blog's
Curta Nossa Fan Page

© 2018, visão notícias O seu portal de informação