Bem vindo ao Visão Notícias - 25 de Fevereiro de 2018 - 24:39
Economia
30/01/2018 - 06:12h
Sinop esta entre as 28 cidades do país que criou mais emprego em 2017
.
Fonte: Vinicius Mendes

De acordo com dados do Ministério do Trabalho, Mato Grosso teve três cidades entre as 50 do país que mais criaram empregos em 2017 e uma entre as 50 que mais fecharam vagas formais. Os três municípios mato-grossenses com melhor colocação foram Rondonópolis (22ª posição), Sinop (28ª) e Várzea Grande (34ª). Apenas um município de Mato Grosso, Cláudia, ficou entre os que mais fecharam vagas, ficando na 43ª posição. A Prefeitura de Várzea Grande comemorou os resultados.

De acordo com os dados, em Cláudia (a 568 km de Cuiabá) foram fechadas 1.341 vagas formais de emprego em 2017. Já em Rondonópolis foram criadas 1.660, em Sinop 1.519 e em Várzea Grande foram criadas 1.403.
 
Para a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos, estes números demonstram que sua gestão está no caminho certo porque as obras geram emprego e renda e a parceria com o comércio e com a indústria tem permitido que todos enfrentem a crise econômica da melhor forma possível.
 
"Fico satisfeita e gratificada, porque sei que temos contribuído com esta estatística através das obras públicas realizadas por empreiteiras contratadas pela administração de Várzea Grande. Temos mais de 75 obras em andamento e vamos lançar mais um pacote nos próximos dias", frisou a chefe do Poder Executivo sinalizando que sua gestão tem parceria com a indústria, com o comércio, com as empresas e isto engrandece e melhora a qualidade de vida da população e valoriza a cidade.
 
Lucimar Sacre de Campos reforçou sua determinação em melhorar a qualidade de vida das pessoas de Várzea Grande e valorizar a cidade, pois isto é atrativo para novos investidores.
 
"Constantemente temos recebido empresários interessados em investir em Várzea Grande, porque sabem que irão encontrar parceria junto ao Poder Público Municipal e temos dotado a cidade dos meios necessários para recepcionar novos investidores", disse a prefeita ressaltando que a cidade caminha a passos largos para recuperar uma posição econômica de destaque a partir da implantação do Parque Tecnológico.
 
Segundo a prefeita, o Parque Tecnológico permitirá que seja agregado conhecimento científico de entidades de ensino superior para atender a demanda do mercado.
 
"Nós não temos um vasto território rural para agregarmos os valores do agronegócio a economia de Várzea Grande como acontece na maioria das cidades de Mato Grosso, mas a partir do Parque Tecnológico teremos meios de implementar melhorias ao setor produtivo, pois a ideia é usar o conhecimento científico para criar equipamentos que atendam a demanda dos produtores", explicou Lucimar Sacre de Campos.
 
O secretário de Desenvolvimento Econômico de Várzea Grande, Kalil Baracat sinalizou que os resultados na criação de vagas de empregos em Várzea Grande, colocada entre os 50 maiores municípios do Brasil é fruto do trabalho que começou a ser desenvolvido em 2015 quando a prefeita Lucimar Sacre de Campos assumiu a administração municipal.
 
"As obras públicas geram emprego e renda, mas também estimulam o comércio e a indústria a investirem e acreditarem que com parcerias conseguiremos enfrentar o quadro econômico difícil pelo que passa o Brasil", disse Kalil Baracat, apontando que decisões traçadas com planejamento, com boa vontade e determinação resultam em pontos positivos para a cidade e para a população.  


Cadastro de Opinião
Nome:
E-mail:
Mensagem:
Blog's
© 2018, visão notícias O seu portal de informação