Bem vindo ao Visão Notícias - 24 de Abril de 2018 - 3:44
Agrícola
20/03/2018 - 13:58h
Viabilidade da pecuária no médio norte de MT em destaque no Show Safra 2018
A Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) estima que 12% da carne produzida aqui vem de re
Foto por: Assessoria
Fonte: Luciano Vendrame/BW Comunica

As lavouras de soja, milho e algodão do médio norte de Mato Grosso e ao longo da BR 163 podem se tornar produtivas o ano inteiro utilizando o gado para engorda.  Em algumas fazendas essa realidade começa a mudar os números da pecuária do estado.

A Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) estima que 12% da carne produzida aqui vem de regimes de confinamento e outros 12% de semi-confinamentos. Algo que envolve a produção de resíduos oriundos das plantações de cereais.

O produtor rural Egídio Vuadem defende esse caminho. "O setor da pecuária precisa se modernizar. Aqui [Show Safra] é um centro de difusão de tecnologia. Entendo que a lavoura facilita a vida do boi, o lavoureiro produz comida de alta qualidade e isso motiva a pecuária de ciclo curto e a produção de carne de alta qualidade", finaliza Vuadem.

O diretor executivo da Acrimat, Luciano Vacari, lembra que esse processo exige investimentos e vale a pena. "É algo extremamente exigente, requer animais e qualidade superior para que respondam bem ao ganho nutricional, gerando assim um custo benefício interessante. O maior desafio é verticalizar, usar a boa genética que tem na região, utilizar bem a soja, o milho, transformar isso em carne, abater e exportar a partir daqui", explica Vacari.

Para o leiloeiro Ricardo Nicolau, que opera em todo Mato Grosso, o gado de engorda de qualidade está no norte e extremo norte do estado e pode facilmente ser trazido à região médio norte. "Quando se fala só de Juara e Alta Floresta, por exemplo, estamos falando de dois milhões de cabeças que podem perfeitamente render bons animais a serem engordados em Lucas do Rio Verde, Sorriso, Mutum e outros municípios onde há disponibilidade de caroço de algodão, DDG e outros produtos da agricultura”, conclui Nicolau.

Dia 21/03 – Quarta-feira

08h – Abertura dos Portões

09h – Auditório: Mesa Redonda - Avicultura – BRF/APPA

Controle de Salmonella em Frangos de corte – Marcos Dae Pra BRF

Ambiência em Frango de corte – Rafael Castro BRF

Uso de Alimentos Alternativos na Produção de Frangos – Paulo Antonio Junqueira - Produtor Rural

Mercado de Carnes Situação Atual e Perspectivas Futuras – Adolfo Fontes - Rabobank

13h - Auditório: Mesa Redonda - Avanços e desafios no manejo de plantas daninhas

Fernando Adegas - EMBRAPA/LONDRINA

Ruben de Oliveira Jr. - UEM Maringá

19h – As explicações do Brasil – Marco Antonio Villa - CBN/Jovem Pan

Dia 22/03 – Quinta-feira

08h – Abertura dos Portões

09h – Auditório: Mesa Redonda - Suinocultura – Acrismat

Tendências no Mercado da Carne Suína – Jurandi Machado

Gestão Ambiental na Suinocultura - Limite de uso e sistema de monitoramento - Marco Santos

Sanidade Suídea e Gestão na Embrapa - Janice Zanella

Fundo Constitucional de Financiamento do Centro Oeste – Edimilson Alves - Sudeco

13h - Auditório: Mesa Redonda – Impacto do uso de biotecnologias no manejo de pragas.

Silvestre Bellettini – UENP

Germison Tomquelski – Fundação Chapadão

17h45 - Cerimônia de entrega do Mérito “O SEMEADOR”

18h – Do Milho ao Plástico Biodegradável: os avanços na Biotecnologia. – Henrique Ubrig – FS Bioenergia

19h – “Como as máquinas aprendem? ” – Fabio Gandour - IBM

Dia 23/03 – Sexta-feira

07h30 á 11h – Auditório Amazônia: V Fórum Agricultura Familiar

Criação de pequenos Animais – Natasha Caminha – Empaer/MT

Mandioca: Cultura e Agroindustrialização - Lindelzi Lima - Empaer/MT

Cooperando para o desenvolvimento local – Walter Luiz Heck

08h30 às 11h – Auditório Cerrado: Agricultura Digital – Como posso começar agora?

Otavio Celidonio – Superintendente Senar/MT

Daniel Latorraca – Superintendente IMEA

Rafael Kümmel – Produtor Rural

13h - Auditório: Mesa Redonda – Técnicas de manejo em soja de alto rendimento.

Fabio Pittelkow – FRV

Gilberto Sander – GGF

Paulo Assunção - PA Consultoria

17h30 - Auditório:- Debate “Plano Agrícola e Pecuário – Propostas para 2018/2019” – Ministério da

Agricultura, Pecuária e Abastecimento, instituições financeiras e entidades do agronegócio.

19h – O Futuro do Agro - Paulo Herrmann (Presidente John Deere America Latina) e Tarcísio Hübner (Vice Presidente Agro Banco do Brasil)


Cadastro de Opinião
Nome:
E-mail:
Mensagem:
Blog's
Curta Nossa Fan Page

© 2018, visão notícias O seu portal de informação