Bem vindo ao Visão Notícias - 11 de Dezembro de 2017 - 19:07
Agrícola
17/10/2017 - 07:40h
Após 33 anos a maior feira agropecuária do norte de MT pode chegar ao fim
Diretoria da Acrinorte busca novo formato para evento de 2018.
Fonte: Redação

A Exponop, maior feira do agronegócio, indústria e comércio da região Norte de Mato Grosso e a terceira maior do estado, pode chegar ao fim. A notícia pegou a sociedade de surpresa na manhã desta terça-feira (17). Segundo informações pelo locutor Kiko Maravilha do jornal da rádio 93.1, o modelo de festa chegou ao fim, ou seja, a feira agropecuária poderá continuar, mas sem shows musicais e de prêmios.

Realizada anos pela Associação dos Criadores do Norte de Mato Grosso (Acrinorte), no Parque de Exposição Governador Jaime Campos, em Sinop (MT), a feira movimenta aproximadamente R$ 40 milhões por edição.

"Nós temos como função estaturária fomentar a produção de gado, hoje consorciada a agricultura. Há um entendimento mútuo de que essa função básica, a de fomento a pecuária, merece mais atenção, mais foco," aponta o atual presidente da entidade Ólvide Galina.

Durante as noites de Feira, passam pelo Parque de Exposições cerca de 200 mil pessoas, que prestigiam 180 espaços nos quais empresas do ramo automobilístico, agrícola, pecuário, têxtil, alimentício, de móveis entre outros expõem seus produtos.

Para o presidente o formato de feira mista não serve mais.  É caro e inviável. "Em todo o país as feiras mudaram devido ao comportamento das pessoas, a internet e outros fatores. Agora são segmentadas, por objetivos específicos. Nós resistimos até este ano de 2017 porque Sinop é polo regional e isso dava sustentação. Mas o crescimento da feira nos leva a uma cisão. As instituições parceiras poderão realizar eventos próprios, mais focados, assim como nós que pretendemos atender melhor ao agronegócio," argumenta.

Para o Relações Públicas, Invaldo Weiss, em 2018 uma nova feira, possivelmente diurna, será feita em junho, pela Acrinorte, seguindo as datas da Exponop, com palestras sobre novas tecnologias para o melhoramento dos rebanhos, máquinas, equipamentos, pesquisas e tendências para a agricultura.

"Nós temos uma boa aceitação dessa mudança que é inevitável. Patrocinadores, expositores, investidores e parceiros como a EMBRAPA, tem se mostrado sensíveis e interessados no novo formato que ainda passa por estudos e isso nos anima," defende Weiss.

Compreendendo que a cidade de Sinop agora é polo de eventos com artistas nacionais que se apresentam aqui regularmente e não somente na Exponop como nos últimos 30 anos, a Acrinorte estuda o enxugamento da grade de shows e outros atrativos tradicionais que devem ser anunciados ao longo de novas reuniões.


Cadastro de Opinião
Nome:
E-mail:
Mensagem:
Blog's
© 2017, visão notícias O seu portal de informação