Bem vindo ao Visão Notícias - 11 de Dezembro de 2018 - 21:07
07/03/2018 - 09:10h
Rota 2 visita regiões Médio-Norte de Mato Grosso
Foto por: Reprodução
Fonte: Assessoria

Produtores das regiões médio-norte recebem nesta semana a Rota 2 do “Acrimat em Ação 2018”. A  equipe percorre sete municípios com a palestra “Do pasto ao prato: agregação de valor à pecuária de corte” para debater as ferramentas disponíveis para melhorar a qualidade da produção e ampliar a renda dos produtores. A Rota 2 começou por São José do Rio Claro (06.03) e passa por Sinop (07.03), Marcelândia (08.03), Tabaporã (09.03), Juara (10.03), Brasnorte (12.03) e Barra do Bugres (13.03).

Nesta etapa do projeto, realizado pela Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), os municípios visitados possuem um total de 2,181 milhões de bovinos e aptidão para integração devido à proximidade com lavouras. Mas, independentemente do modelo produtivo, o tema deste ano aborda justamente a possibilidade de melhoramento em todas as fases da bovinocultura para a produção de carne de qualidade.

“Do pasto ao prato: agregação de valor à pecuária de corte” traz para o centro das discussões como o planejamento e o investimento em tecnologia pode melhorar a qualidade do produto e ampliar as vendas, em valores e quantidade.

O presidente da Acrimat, Marco Tulio Duarte Soares, explica que os produtores de carne bovina estão buscando mais eficiência e eficácia. “O sucesso do negócio depende tanto da gestão da propriedade, se ela é ou não é rentável, quanto da aceitação do produto, ou seja, se ele tem qualidade. Por isso buscamos um tema que tratasse do melhoramento em todas as etapas da pecuária de corte e em todos os sistemas”.

O pecuarista e representante da Acrimat Agenor Vieira, de Marcelândia, acredita que este tema irá atrair os pecuaristas de sua região para a palestra e deverá ajudá-los no processo de identificação de seus produtos nas gôndolas de supermercados. “O produtor precisa ter a consciência que produz carne para elevar a qualidade do produto, acessar melhores e mercados e receber mais por isso. Este é o caminho da agregação de valor”.

Informação para todos

O “Acrimat em Ação” realiza neste ano a oitava edição e é reconhecido pelos produtores como um importante projeto para difundir informações técnicas, debater os principais temas que envolvem o setor e construir ações para o fortalecimento da atividade. Desde 2010, o projeto já reuniu cerca de 30 mil produtores, percorreu 100 mil quilômetros e foi instrumento para consolidação de conquistas que envolvem áreas como logística, sanidade animal, segurança jurídica, renda e política tributária.

Segundo Agenor Vieira, o projeto já conquistou a confiança dos produtores, que todos os anos espera pelo evento porque sabem que serão apresentadas informações técnicas de qualidade. “Quando encerramos uma edição, os pecuaristas já buscam saber quando será a próxima, qual o tema abordado. O Acrimat em Ação é o momento em que a entidade fica mais perto do produtor”, afirma Agenor Vieira.

Parcerias

A realização do “Acrimat em Ação 2018” conta com alguns parceiros que estão presente no dia a dia do pecuarista. Como é o caso do Sistema Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (SENAR-MT).

O Sicredi, que possui linhas de créditos para o setor produtivo, incluindo a pecuária de corte, também apoia o projeto pelo terceiro ano consecutivo.

O “Acrimat em Ação 2018” ainda conta com a participação do grupo Trescinco e Ariel, que disponibiliza os veículos para percorrer os mais de 10 mil quilômetros, e da Scot Consultoria.

Rotas

O “Acrimat em Ação 2018” foi dividido em cinco rotas que serão percorridas ao longo dos meses de fevereiro, março, abril, maio, com encerramento agendado para o início de junho.

Na Rota 1, a equipe passou pelos municípios de Poconé (19.02), Rio Branco (20.02), São José dos Quatro Marcos (21.02), Pontes e Lacerda (22.02), Vila Bela da Santíssima Trindade (23.02), Porto Esperidião (24.02), Cáceres (26.02) e Araputanga (27.02).

A Rota 2 começa do dia 06 de março, com palestra em São José do Rio Claro, depois os eventos acontecem em Sinop (07.03), Marcelândia (08.03), Tabaporã (09.03), Juara (10.03), Brasnorte (12.03) e Barra do Bugres (13.03).

Rota 3 passa por Guarantã do Norte (02.04), Colíder (03.04), Apiacás (04.04), Nova Bandeirantes (05.04), Nova Monte Verde (06.04) e Alta Floresta (07.04). A Rota 4 tem início em Barra do Garças (23.04), Ribeirão Cascalheira (24.04), Vila Rica (25.04), Canarana (26.04), Água Boa (27.04) e Cocalinho (28.04).

A última, Rota 5, percorre o noroeste do Estado passando por Castanheira (04.05), Juína (05.05), Cotriguaçu (07.05), Colniza (08.05) e Aripuanã (09.05). O projeto é encerrado em Rondonópolis no dia 04 de junho.


Cadastro de Opinião
Nome:
E-mail:
Mensagem:
Blog's
Curta Nossa Fan Page

© 2018, visão notícias O seu portal de informação