Bem vindo ao Visão Notícias - 23 de Janeiro de 2021 - 04:25

ENTREGA

Caminhão novo é entregue à Ceasa em Sorriso

25 de Novembro de 2020 ás 11h 58min, por ASSESSORIA
Foto por Assessoria

A Central de Abastecimento e Comercialização (Ceasa) da Cooperriso recebeu nesta manhã (25), um caminhão novo para o transporte dos hortifrútis. O veículo é um ¾ para transporte de carga com carroceria baú, motor diesel, injeção eletrônica, ar condicionado, direção hidráulica, potência de 150 CV e capacidade mínima de carga de 3.620 quilos. Avaliado em R$ 200 mil, o caminhão foi adquirido em parceria pela Prefeitura de Sorriso e o Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SEAF). O Governo do Estado investiu R$ 150 mil e a Prefeitura R$ 50 mil de contrapartida.

Segundo a agrônoma Cristina Félix, responsável pela Ceasa, o caminhão irá garantir mais agilidade e qualidade no transporte dos alimentos. “Hoje nós contamos com uma Fiat Strada, usada para buscar a produção. Contudo, são necessárias três viagens para buscar todos os produtos, principalmente nas segundas-feiras, que são os dias de mais movimento”, explica Cristina. A agrônoma salienta que com o caminhão será possível realizar o transporte em carga única. “Além de garantir a qualidade, porque os alimentos não estarão mais expostos ao sol, chuva e poeira”, relata.

O secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Márcio Kuhn, destaca ainda que o novo veículo também irá diminuir os custos, já que serão menos viagens. “No momento contamos com 45 famílias cadastradas e entregando a produção na Ceasa; com certeza, esse veículo irá facilitar o trabalho de todos”, pontua o secretário. Kuhn diz ainda que a agricultura familiar se reinventou durante a pandemia. “Antes de vivermos esse momento de isolamento nenhum de nós havia imaginado comercializar a produção com as cestas”, pontua. “Hoje, a demanda é tão grande que estamos com o cadastro aberto para novos produtores: quem quiser se cadastrar na Ceasa para comercialização dos produtos, basta procurar a SAMA”, frisa.

Para o vice-prefeito, Gerson Bicego, o apoio a programas como o da Ceasa, resulta em incentivo direto para que os jovens permaneçam trabalhando na lavoura. “Ver o trabalho que está sendo realizado na Ceasa e ver o Márcio buscando por novos parceiros demonstra o quanto a agricultura familiar de Sorriso está se reinventando e abrindo possibilidades para que nossos jovens permaneçam na atividade”, salienta. Gerson também agradeceu o apoio da SEAF na aquisição do veículo. “Em todas as nossas demandas ligadas à agricultura familiar estamos tendo o apoio do Estado”, acrescenta.

Já para o prefeito Ari Lafin, esse é um momento para comemorar e para avançar. “Quando a humanidade vive momentos de dificuldades surgem as grandes e boas ideias: a venda da produção local por meio da Ceasa é um exemplo disso”, diz. “Essa nova e boa ideia deu tão certo que hoje é necessário um caminhão que estamos entregando com muito orgulho. Nossa meta é continuar avançando no campo da agricultura familiar; temos programas de destaque como o Frutifica, o Vitamel e no campo da avicultura. E vamos intensificar ainda mais a cadeia produtiva familiar com incentivos à bacia leiteira e a novos projetos também”, destaca Ari. “Nosso objetivo é mostrar que a “Capital Nacional do Agronegócio” tem agricultura familiar e se orgulha muito disso”, destaca o prefeito.

Conforme Ari, o caminhão já está à disposição da Ceasa a partir desta quarta-feira; ainda hoje o veículo será usado para a coleta de alimentos no Assentamento Jonas Pinheiro e no Cinturão Verde   . E, para produtores que desejam se cadastrar na Central, é só procurar a SAMA no horá00rio das 7 horas às 13 horas. Ou, ir até o endereço da Central, localizada na Rua Dr. Ari Luís Brandão no Industrial Nova Prata. “Lembramos que a Ceasa funciona em horário comercial no Nova Prata. Quem deseja adquirir produtos fresquinhos com origem da agricultura familiar pode ir diretamente até o local ou pedir pelo número (66) 99205-4306 e receber no conforto de casa”, finaliza o responsável pela SAMA, Márcio Kuhn.