Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bem vindo ao Visão Notícias - 24 de Setembro de 2021 - 23:48

FERROVIA

Lucas do Rio Verde comemora 33 anos com lançamento de ferrovia

05 de Agosto de 2021 ás 09h 18min, por Jairo SantAna

Lucas do Rio Verde, no médio norte mato-grossense, com 67.620 habitantes (45.556 em 2010), distante 336 quilômetros de Cuiabá, 16º município brasileiro com maior valor de produção agrícola, comemora 33 anos de emancipação administrativa nesta quinta-feira (05.08), com investimentos estaduais em moradia, pavimentação urbana, educação, assistência social e em infraestrutura ferroviária.

Em julho, o governador Mauro Mendes lançou o edital de chamamento público para a construção da primeira ferrovia estadual em Mato Grosso, interligando Rondonópolis e Lucas do Rio Verde, passando por Cuiabá e Nova Mutum, e conectada à malha ferroviária nacional.

Investimento de R$ 12 bilhões, com geração estimada de mais de 235 mil empregos, a previsão é a de que o Terminal de Lucas do Rio Verde seja concluído até o 2º semestre de 2028.

Também em julho foi assinado aditivo com a Caixa Econômica Federal para aporte de R$ 2,2 milhões, recursos da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), para a retomada das obras de 350 unidades habitacionais do Residencial Vida Nova II, no município.

Resultado de convênio com a Sinfra/MT, a prefeitura luquense abriu licitação para execução de pavimentação asfáltica, meio fio e sarjeta, no Loteamento Venturini.

Educação

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) investe na construção da Escola Estadual Tarsila do Amaral, que atenderá cerca de 1.400 alunos dos anos finais do Ensino Fundamental e do Ensino Médio.

Serão 16 salas de aula, laboratórios de informática, de química, biblioteca, além de toda a estrutura administrativa e a quadra poliesportiva com vestiários. Os investimentos são de R$ 8,699 milhões.

Assistência Social

Por meio da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setasc), além da entrega de 2.416 cartões do Ser Família Emergencial, foram doados a famílias carentes do município 1.300 cestas básicas entre 2020 e 2021 pelo programa Vem Ser Mais Solidário e 553 cobertores, pelo Aconchego.

A Setasc atuou na intermediação de oferta de empregos, com 7.380 vagas oferecidas, 6.595 inscritos, 37.595 encaminhados e 2.943 colocados. Também intermediou a concessão de seguro-desemprego, dos quais 8.237 formais e 254 domésticos.

Segurança

Lucas do Rio Verde é um dos 50 municípios a serem beneficiados com a implantação de radiocomunicação digital, pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP). Esta é a terceira etapa do Projeto, que prevê todo o Estado utilizando a ferramenta até o próximo ano. 

Saúde e repasses

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) repassou ao município 5.575 testes rápidos para detecção do coronavírus e medicamentos para combatê-lo, num total de 239.804 comprimidos, entre azitromicina (29.490), ivermectina (23.592) e dipirona (186.722), também distribuído em gotas, com 4.587 frascos.              

Entre 2020 e junho de 2021, o Governo do Estado repassou R$ 152,5 milhões aos cofres municipais em ICMS, IPVA e Fethab; R$ 1,88 milhão em assistência social, transporte escolar entre 2019 e 2020; e R$ 19,9 milhões em fundos de saúde entre 2019, 2020 e 2021.

Economia

Segundo o IBGE, 2.877 empresas ou organizações em operação no município - entre elas, duas agroindústrias (proteína animal e biocombustíveis), uma indústria de fertilizantes, uma de químicos e duas distribuidoras de insumos - responderam pela sexta maior massa salarial de Mato Grosso.

Entre salários e outras remunerações, pagaram R$ 777,617 milhões a 26.881 pessoas ocupadas (41% da população), das quais 22.956 assalariados. Média de 2,6 salários mínimos mensais.

Mesmo ocupando a 16ª posição no ranking nacional dos municípios com maior valor de produção agrícola em 2019, os setores de serviços (R$ 1,8 bilhão) e indústria (R$ 1,222 bilhão) foram os principais responsáveis pela composição do Produto Interno Bruto (PIB) Municipal de 2018, de R$ 4.569 bilhões, o sexto maior do Estado e cujo percentual de crescimento em relação ao ano anterior foi de 22,7%. 

Agropecuária (R$ 637,09 milhões) veio em seguida, acompanhada de administração pública (R$ 416,978 milhões) e impostos (R$ 487,123 milhões). O PIB per capita foi R$ 72.058,74.

Sexto colocado na produção estadual de milho (1,04 milhão de toneladas) e sétimo em algodão (179,78 mil toneladas) em 2019, Lucas do Rio Verde cultiva ainda 789,6 mil toneladas de soja, além de arroz, feijão, mandioca, melancia, melão, sorgo, borracha, coco-da-baía, limão e tangerina.  

O município também se destaca na pecuária mato-grossense. É o segundo maior produtor estadual de alevinos (6,5 milhões), terceiro maior rebanho galináceo (7,4 milhões de cabeças) e sétimo rebanho suíno (133,129 mil).

Detém um rebanho bovino com 37,29 mil cabeças, das quais 1,7 mil vacas, com 2,75 milhões de litros de leite; um plantel de 362,4 mil galinhas com quase 5,5 milhões de dúzias de ovos e 3.410 ovinos, além de 4,5 toneladas de mel de abelha e 530 toneladas de peixes em cativeiro.  

Na silvicultura, conta com 5,9 mil hectares de eucaliptos plantados, 20 mil m3 de lenha e 3,9 mil de madeira em tora.